Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Icasa treina reforçado para Série B, mas deve recorrer da decisão

Juazeiro do Norte (CE)

O elenco do Icasa treinou normalmente nesta quinta-feira no Estádio Romeirão com vistas a sua estreia na Série B diante da Ponte Preta (SP), na sexta-feira, às 21h50, fora de casa.

O treinamento contou com uma novidade entre os comandados do técnico Tarcísio Pugliesi: o atacante Ricardinho, que logo após de uma avaliação física foi integrado ao grupo e participou normalmente dos treinos.

O treinador alviverde se mostrou empolgado com a atividade e o novo reforço, e diz da importância que é começar bem a Série B: “Gostei bastante do treino. Os atletas estão focados e cientes da importância de pontuar neste início de campeonato. Como falei em outras ocasiões o Icasa segue se reforçando e o Ricardinho já está integrado ao elenco. O torcedor pode esperar que ainda teremos mais alguns atletas que chegarão ao clube para nos auxiliar nesta caminhada”, concluiu o estrategista.

Divulgação
Jogadores treinam esperando a estreia na Série B, diante da Ponte Preta, nesta sexta-feira, em Campinas

As palavras de Tarcísio dão a crer que tanto comissão técnica e os jogadores estão conformados que não disputarão a Série A do Brasileiro. Contudo, para o presidente do clube, Francisco Paes de Lira, o Icasa deve recorrer da decisão da entidade que regula o futebol brasileiro: “A CBF reconhece que errou, o erro existe, não é um erro público, é interno que conseguimos por meio de notícia anônima e, a partir de então o Icasa passou a buscar os seus direitos”, explicou o mandatário.

O clube cearense ainda ameaça pedir uma indenização de R$ 33 milhões por ter sido cerceado o seu direito de disputar o Brasileirão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade