Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Indignado, Vasco ataca "discurso clichê e piegas" do presidente da Ferj

Rio de Janeiro (RJ)

Ainda indignado com o erro de arbitragem que lhe custou o título carioca, o Vasco voltou a criticar a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) na noite da última terça-feira. Em comunicado divulgado no site oficial do clube, a diretoria cruz-maltina atacou o presidente da entidade, Rubens Lopes, caracterizando suas recentes declarações como “extremamente lamentáveis”.

“(A fala de Lopes) Deflagra um discurso clichê, extremamente piegas, buscando angariar alguma comoção e subverter a realidade de uma situação claramente definida aos olhos de todas as pessoas, não apenas dos usurpados torcedores vascaínos, mas de todos, repita-se, que tiveram a oportunidade de assistir ao imensurável erro de arbitragem que subtraiu um legitimo título do Club de Regatas Vasco da Gama”, diz o pomposo comunicado alvinegro.

Segundo o Cruz-maltino, o discurso do presidente da Ferj ainda tem “características dos que se sentem acuados pela verdade dos fatos”. Rubens Lopes havia alegado que a revolta da diretoria do Gigante da Colina tem objetivo de “tirar o foco” da suposta incapacidade do time vascaíno em vencer o Campeonato Carioca. Ele ainda usou os dois rebaixamentos do Vasco em cinco anos e a briga entre torcidas na Arena Joinville para diminuir a postura da diretoria do clube, que em sua opinião deveria tomar atitudes enérgicas em outros momentos, mas não neste.

Divulgação/Vasco da Gama
Revoltada, cúpula diretiva vascaína promete lutar contra posicionamento da Ferj até as últimas consequências
Em resposta, o Vasco rebate que “uma dosagem mínima de senso crítico, uma mera escapada do alterego” faria Rubens Lopes calar-se sobre o caso e defende que “é muito mais fácil atribuir ao Vasco a perda de um título do que assumir participação direta no fatídico episódio”. O clube ainda revela que pediu inúmeras vezes para que as partidas decisivas do Campeonato Carioca fossem apitadas por árbitros filiados a federações de outros estados, mas não teve sua solicitação atendida.

Nos últimos parágrafos, em tom mais ácido, o comunicado divulgado pelo Cruz-maltino deixa implícito que Rubens Lopes estaria apoiado em uma possível volta de Eurico Miranda ao comando do clube, o que, na opinião da atual diretoria, faria com que suas declarações passassem sem maiores consequências. Mas o Vasco promete tomar todas as medidas que estão ao seu alcance para responsabilizar o presidente da Ferj os prejuízos causados pelo erro na decisão do estadual.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade