Futebol/Campeonato Gaúcho - ( - Atualizado )

Inter "abraça" menina com doença rara e a leva para o Gre-Nal

Caxias do Sul (RS)

O Gre-Nal deste domingo, que decide a edição 2014 do Campeonato Gaúcho, terá uma presença especial nas arquibancadas do estádio Centenário, em Caxias do Sul. Trata-se de Raíssa Victoria, de apenas quatro anos. A menina, que sofre de epidermólise bolhosa (doença capaz de transformar qualquer toque na pele em risco de bolhas), recebeu um convite do Colorado para comparecer ao duelo e buscar fundo para seu tratamento nos Estados Unidos, que custa em torno de R$ 3 milhões.

A doença rara que atinge Raíssa a priva de realizar atitudes simples, que sequer imaginaríamos viver sem. A sensação constante de ser queimada à ferro quente a impede de mamar, para não criar feridas na boca, engatinhar, movimento que pode deixar seus joelhos em carne viva, e escovar os dentes, atividade capaz de provocar ferimento nas gengivas. Porém, o mais doloroso de cada uma das proibições, com certeza, é não poder receber um abraço caloroso dos pais.

Moradores da pacata São Luiz Gonzaga, cidade que dista 505 quilômetros de Porto Alegre, Jonas Siqueira da Silva e Silcéia Santos de Oliveira, ambos de 34 anos, não possuem condições de arcar o tratamento experimental da epidermólise bolhosa, que é realizado na Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos. O contexto simples fez com que Jonas, fanático pelo Colorado, entrasse em contato com o clube do coração, que prontamente se mobilizou com a história de Raíssa.

Reprodução/Facebook
A epidermólise bolhosa impede Raíssa de engatinhar, escovar os dentes e receber um abraço dos pais

Com o aval do diretor de marketing Adauri Silveira, o Internacional encontrou no clássico contra o seu rival uma oportunidade de angariar fundos para a menina, fã do Colorado bem como o pai. Assim, todas as crianças presentes no gramado do Centenário vestirão uma camisa com o rosto da menina e verão uma extensa faixa cruzar as quatro linhas, trazendo consigo o nome da campanha: Para poder abraçar.

Desde que foi implementada na internet, a campanha Para poder abraçar vem mobilizando milhares de usuários. Um vídeo produzido pelo grupo que assiste Jonas e Silcéia atingiu a marca de 23 mil visualizações, ao passo que sua página no Facebook ultrapassou as 18 mil curtidas.

Com uma causa que une colorados e gremistas em uma só torcida, é esperado que o desfecho desta trajetória de superação seja condizente com o segundo nome da batalhadora Raíssa.

Para saber como contribuir com Raíssa, basta acessar o site do projeto: (www.parapoderabracar.com).

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade