Futebol/Libertadores - ( - Atualizado )

Jejum incomoda e atacantes do Galo esperam marcar na Libertadores

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG tem convivido com a falta de gols nos últimos jogos, jejum que tem incomodado os atacantes da equipe que não conseguem balançar as redes. Diego Tardelli amarga nove partidas sem sentir o gosto do gol, e não esconde que a situação é preocupante, mas aposta que as bolas nas redes vão voltar a fazer parte da rotina do Galo.

“Estou incomodado, é difícil, venho trabalhando, me esforçando ao máximo nos treinamentos. Uma hora os gols vão voltar. É continuar trabalhando. Pude fazer uma partida boa contra o Corinthians, só está faltando um golzinho para as coisas melhorarem”, afirmou.

Na quarta-feira, o Galo vai enfrentar os colombianos do Atlético Nacional de Medellín, e marcar gols fora de casa pode fazer a diferença nas oitavas de final da Libertadores. Para voltar a marcar, o técnico Paulo Autuori poderá contar com o retorno do avante Jô, que foi poupado na estreia do Brasileiro contra o Corinthians, mas garante que joga na Colômbia.

“Temos que ter tranquilidade. Libertadores tem que fazer gol e trazer um bom resultado. Espero que a equipe possa marcar, se não for dos atacantes, que seja dos outros companheiros, o importante é a bola voltar a entrar”, declarou o atacante atleticano.

Divulgação/Atlético Mineiro
Diego Tardelli já não marca há 9 partidas pelo Atlético-MG. Atacante quer fazer gols na Libertadores

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade