Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Jogadores do Santos evitam "desespero" após derrota

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Derrotados por 1 a 0 pelo Ituano na primeira partida decisiva do Campeonato Paulista, os jogadores do Santos admitiram a má atuação no Pacaembu. Eles disseram, no entanto, que não há razão para desespero no segundo jogo, marcado para o próximo domingo, também no Pacaembu.

“Está tudo em aberto. Fazendo um gol, já está tudo igual de novo. Não tem motivo para desespero, mas é um alerta para o jogo seguinte. Não dá para jogar como hoje. Temos que reconhecer que o Santos não foi o Santos de outros jogos”, afirmou o atacante Thiago Ribeiro.

Ele não concordou com a visão de que a jovem equipe praiana acusou o peso da decisão. “Não dá para dizer que sentiu. Todos os jogos para chegar até aqui foram decisivos, e a gente não sentiu. Tentamos clarear as jogadas. Tentamos clarear as jogadas, mas caímos nas armadilhas do Ituano. Hoje, foi abaixo, temos que reconhecer.”

Rildo adotou o mesmo tom. Decisivo na semifinal contra o Penapolense, o atacante foi novamente acionado diante do Ituano, mas não conseguiu repetir o sucesso da semana anterior. No próximo domingo, ele espera que o comportamento do Santos seja diferente.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Santistas precisarão vencer o segundo jogo, daqui a uma semana, para ter pôster de time campeão estadual
“Saímos atrás e o Ituano é uma excelente equipe, mas temos totais condições de buscar o título. Se não me engano, é a primeira partida em que a equipe não faz gol. Tenho certeza de que o professor Oswaldo vai trabalhar. A gente não precisa se desesperar. Vamos respeitar a equipe do Ituano, mas não é para se desesperar, não”, disse o atacante.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade