Futebol/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

L. Silva e Dagoberto vão completar 50 jogos com a camisa celeste contra La U

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O jogo desta quinta-feira entre Cruzeiro e Universidad de Chile, válido pela quinta rodada do Grupo 5 da Libertadores, vem sendo tratado como um duelo de vida ou morte para o elenco celeste. Terceiro colocado na chave, a Raposa precisa vencer fora de casa, para se manter firme na briga por uma vaga na fase seguinte do torneio.

É exatamente neste cenário que o volante Lucas Silva e o atacante Dagoberto completarão 50 jogos pela Raposa. Formado pelas categorias de base do clube, o camisa 16 espera comemorar a marca alcançada com uma vitória no Chile.

“Cinquenta jogos é um número expressivo, ainda mais em um clube grande como o Cruzeiro. Neste tempo já conquistei um Campeonato Brasileiro, o que torna tudo melhor. Estou chegando a esta marca em um jogo decisivo na Libertadores, no Chile, e espero fazer valer a pena com uma boa partida lá”, disse Lucas Silva.

Já o atacante Dagoberto mostrou confiança em um triunfo cruzeirense. Segundo o jogador, a equipe tem tudo para alcançar o resultado necessário para manter o clube vivo na competição continental. “Nós temos que estar preparados para tudo. Nossa equipe está focada e tem uma vontade muito grande de buscar esse resultado e pensar em coisas grandes dentro desta competição”, afirmou.

Washington Alves/Vipcomm/Divulgação
Destaque do time campeão brasileiro no ano passado, o jovem Lucas Silva alcancará marca importante nesta quinta

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade