Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Luis Felipe treina separado e reclama que Verdão não aceita ofertas

William Correia São Paulo (SP)

Luis Felipe tem contrato registrado na Federação Paulista de Futebol (FPF) até 31 de dezembro de 2014, mas, por um imbróglio com o Palmeiras, treina em horário separado dos colegas. E reclama que a diretoria não está facilitando um acordo para que ele volte a jogar.

“Tem um monte de proposta e os caras não aceitam nada”, disse o lateral direito em rápida conversa com a imprensa depois do trabalho separado desta terça-feira, na Academia de Futebol.

Apesar de Gilson Kleina precisar de jogadores de sua posição, Luis Felipe não pode ser aproveitado. A esperança do atleta de 23 anos de ser oficializada uma proposta do Benfica até janeiro não foi confirmada e, com isso, é possível que ele passe esta temporada somente treinando.

O problema envolvendo Luis Felipe surgiu no ano passado. O lateral aceitou a renovação de seu contrato anterior, que acabaria neste mês, com salário passando de R$ 20 mil para R$ 25 mil. Mas o documento tinha um erro de digitação que colocava o fim do vínculo para dezembro de 2013, invalidando a renovação.

Ao tentar corrigir o caso, a diretoria ouviu de Luis Felipe e de seus empresários que só acertaram a renovação por salário quatro vezes maior. Na época, surgiram rumores de que ele teria sido oferecido ao São Paulo enquanto citava uma oferta do Benfica. Os dirigentes do Verdão, então, decidiram registrar o acordo assinado até dezembro de 2014, alegando que alguns papeis tinham a data certa.

A discussão, no momento, está nas esferas jurídicas. Enquanto isso, Luis Felipe trabalha em horário diferente do elenco principal com os jogadores que não serão aproveitados por Gilson Kleina, como o goleiro Deola e o zagueiro Marcos Vinicius. Sem previsão de voltar a jogar.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Lateral direito acaba de fazer 23 anos e pode passar a temporada toda só treinando por conta do imbróglio

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade