Futebol Internacional/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Na véspera de encarar o San Lorenzo, Grêmio treina com portões fechados

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O último treino do Grêmio antes da partida decisiva contra o San Lorenzo-ARG foi fechado. A atividade, ocorrida na tarde desta terça, na Arena, serviu para definir que equipe encarará o campeão argentino no jogo desta quarta, às 22 horas (de Brasília), válido pelas oitavas de final da Libertadores.

O trabalho comandado pelo técnico Enderson Moreira nesta segunda-feira indica que o Grêmio deverá ter dois volantes no jogo desta quarta. A formação treinada tinha Edinho e Riveros como homens de contenção, e três articuladores: Everton, Zé Roberto e Dudu. Everton treinou como titular porque Luan, que havia atuado diante do Atlético-MG, domingo, realizou exercícios regenerativos. A tendência é que Luan comece o jogo.

Neste caso, quem deve sair do time é Ramiro. Embora Zé Roberto seja meia de origem, o mais provável é que ele realize a função de Ramiro, atuando como uma espécie de volante pelo lado esquerdo, numa mesma linha de Riveros, compondo o lado esquerdo com Dudu e Wendell, que volta ao time após lesão. O zagueiro Rhodolfo, deste modo, será o único desfalque do Tricolor – Geromel segue como titular da equipe.

O Grêmio deve enfrentar o San Lorenzo com Marcelo Grohe; Pará, Werley, Geromel e Wendell; Edinho, Riveros e Zé Roberto; Luan, Barcos e Dudu. O Tricolor precisa vencer por dois gols de diferença. Se devolver o 1 a 0 sofrido na Argentina, a decisão da vaga irá para os pênaltis. Nesta terça, o elenco treinou cobranças da marca da cal, e o aproveitamento não foi dos melhores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade