Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

“Não precisamos de autorização da Fifa para nada”, diz Aldo Rebelo

Fortaleza (CE)

Irritado com a polêmica envolvendo as estruturas provisórias que serão utilizadas durante a Copa do Mundo, Aldo Rebelo resolveu bater de frente com a Fifa nesta segunda-feira. Ao visitar Fortaleza, uma das doze sedes do Mundial, o ministro do Esporte afirmou que o Brasil não depende da autorização da entidade máxima do futebol para realizar suas obras.

"O Brasil não precisa de autorização da Fifa para nada. Vamos ter uma capacidade de recepção aeroportuária compatível com a Copa e pronto", disse Aldo Rebelo ao ser questionado sobre a forma como a Fifa receberá as estruturas provisórias que serão usadas na Copa do Mundo, em área de locomoção, como os aeroportos que receberão os torcedores.

Nesta segunda-feira, o ministro esteve em Fortaleza para visitar as obras do Centro Olímpico do Nordeste e também lançar a ampliação do programa Segundo Tempo e do Programa Esporte e Lazer da Cidade. Aldo Rebelo, no entanto, permanece na capital cearense nesta terça, quando vai se reunir com autoridades locais para tratar sobre os preparativos para a Copa.

"Será uma reunião de ajuste com os entes federais, estaduais e municipais para que possamos trabalhar em conjunto na operação da Copa. E para que possamos chamar a todos envolvidos pelo nome", disse Rebelo, que garantiu momentos de festa não só para o Brasil, mas para toda humanidade ao longo da Copa do Mundo.

O ministro, aliás, também foi questionado sobre o andamento das obras da Arena Corinthians e mostrou otimismo mesmo com o recente acidente no qual um operário morreu. "Vai dar tempo. Infelizmente, acidentes acontecem, mas tudo vai dar certo", garantiu Aldo Rebelo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade