Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Náutico elimina Sergipe nos pênaltis; Joinville perde na estreia

São Lourenço da Mata (PE)

Não foi fácil, mas os 1.495 torcedores do Náutico, que compareceram à Arena Pernambuco, puderam festejar a classificação da equipe à segunda fase da Copa do Brasil. Derrotado na primeira partida por 1 a 0, o Timbu precisava reverter a vantagem do Sergipe, mas conseguiu apenas repetir o placar, levando a partida para a decisão por pênalti, quando os visitantes desperdiçaram três cobranças seguidas, selando a vitória pernambucana.

Mesmo com a pressão ao longo dos 90 minutos, o Náutico teve muitas dificuldades para balançar as redes e seguir vivo na competição. O gol da vitória no tempo regulamentar saiu apenas aos 34 minutos, quando Marcelinho completou o cruzamento e desviou de cabeça para o fundo das redes.

O gol levou a decisão para os pênaltis, na qual o Náutico teve uma vida muito mais fácil do que no tempo regulamentar. O Timbu anotou suas três primeiras cobranças, enquanto o Sergipe, que tentava surpreender, desperdiçou todas, parando em Alessandro duas vezes e mandando uma para fora.

Com a suada classificação, o Náutico segue vivo na Copa do Brasil e agora vai enfrentar o vencedor do duelo entre América-RN e Boavista-RJ, que fazem o segundo jogo na próxima quarta-feira. O time potiguar leva vantagem por ter vencido a primeira partida por 2 a 1, no Rio de Janeiro.

Joinville estreia com derrota – Focado na decisão do Campeonato Catarinense, o Joinville não estrou bem pela Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o Coelho visitou o Novo Hamburgo, em seu primeiro compromisso na competição nacional, e acabou derrotado por 1 a 0 pela equipe gaúcha.

A vitória dos anfitriões, aliás, teve contornos dramáticos. O time gaúcho perdeu o volante Preto nos primeiros minutos do confronto, mas ainda assim mostrou valentia para marcar o gol da vitória no segundo tempo. Douglas sofreu pênalti, foi para a cobrança e garantiu a vitória do Novo Hamburgo.

O confronto, no entanto, será decidido apenas no segundo jogo, que será realizado na Arena Joinville, no dia 22 de abril. O time catarinense precisa vencer por dois gols de vantagem para levar a vaga, enquanto o Novo Hamburgo pode se classificar com um empate ou até se perder por um de diferença, desde que balance as redes.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade