Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Neto Coruja lamenta "desastre" neste semestre, mas já projeta Brasileirão

Salvador (BA)

A perda do título para o maior rival ainda é assunto no Vitória. Ainda lamentando o resultado, Neto Coruja falou sobre o vice-campeonato amargado neste domingo e ainda lembrou a eliminação na Copa do Nordeste para avaliar o primeiro semestre de forma negativa. Apesar de ver o Leão devendo na temporada, o volante projeta a equipe forte para a disputa do Campeonato Brasileiro.

“Nessas duas primeiras competições que disputamos neste ano fomos um desastre”, admite o meio-campista. “Saímos da Copa do Nordeste e perdemos o Campeonato Baiano. A gente está falando muito nesse ponto, que o Vitória fez uma campanha maravilhosa ano passado e que esse ano tinha que ser melhor. A gente sabe disso”, completa, lembrando a eliminação no torneio regional e o vice-campeonato no estadual.

Apesar do primeiro semestre abaixo do esperado, o torcedor rubro-negro ainda mantém expectativa para ver o Vitória no Campeonato Brasileiro. No último ano, o Leão da Barra conquistou sua melhor campanha na era dos pontos corridos ao alcançar o quinto lugar e ficar a apenas dois pontos da classificação à Copa Libertadores. Com a base mantida, Coruja espera que a equipe volte a mostrar o futebol que encantou em 2013.

Felipe Oliveira/Divulgação
Volante foi titular na final, mas não conseguiu impedir a perda do título (foto: EC Vitória/Divulgação)
“São poucas as peças que mudaram em comparação ao ano passado. Espero que a gente faça um grande Brasileiro e consiga disputar a Libertadores de 2015. O pensamento dos jogadores é esse. Temos que pensar pra frente”, defende o volante.

O próximo compromisso do Vitória é logo às 19h30 (de Brasília) desta quarta-feira, quando recebe o J. Malucelli no Pituaçu ainda pela primeira fase da Copa do Brasil. E se o título estadual não veio, Neto Coruja espera que o Vitória deixe para trás o vice-campeonato para passar a pensar em objetivos maiores na temporada.

“O bom do futebol é que tem jogo domingo e outro decisivo logo na quarta”, afirma. “Podemos apagar o que fizemos no domingo, apesar de ser uma final, jogo que ficará por um bom tempo na lembrança do torcedor e de nós jogadores. Temos que pensar agora na quarta-feira, ter uma grande vitória, e depois viajar para a estreia no Brasileiro”, finaliza, lembrando ainda o compromisso fora de casa contra o Internacional, no sábado, pela primeira rodada do Nacional.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade