Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

No primeiro Brasileiro da carreira, Mendieta sonha jogar no Maracanã

William Correia São Paulo (SP)

Campeão da segunda divisão nacional com o Palmeiras, Mendieta se prepara para seu primeiro Campeonato Brasileiro na elite pensando no Rio de Janeiro. O paraguaio vive a expectativa de jogar no Maracanã, estádio da final da Copa do Mundo de 1950 e da que será organizada neste ano.

“Tenho vontade de jogar no Maracanã, pela história que tem. Todo jogador sonha jogar lá. Ainda não aconteceu para mim, mas espero fazer uma boa partida e que o Palmeiras ganhe no Maracanã”, sorriu o meia, que pode realizar seu sonho no dia 4, contra o Flamengo.

Poder pisar no Maracanã é uma das vantagens que Mendieta aponta para estrangeiros que estão cada vez mais presentes no futebol brasileiro. O paraguaio, vindo do Libertad em junho do ano passado, faz elogios ao País que ele e outros colegas, principalmente de nações vizinhas na América do Sul, adotaram como casa.

“O Brasil, hoje em dia, é uma potência no futebol, um dos melhores campeonatos, com muitos jogadores de qualidade e que também está muito bem economicamente. Tem jogador que prefere vir para cá e ficar perto do nosso país e da nossa família do que ir para a Europa. Tem muito time bom, jogadores de qualidade que jogaram na Europa e voltaram. E também pelo Mundial que vai ser aqui”, afirmou.

Mendieta só foi convocado uma vez para a seleção paraguaia e, como o time não se classificou, já não teria chances de disputar a Copa do Mundo. Mas sonha, também, em levantar a taça do Brasileiro, confiando no Palmeiras e colocando sua equipe entre os maiores candidatos ao título.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Meia paraguaio de 25 anos pode realizar o sonho de jogar no Maracanã no dia 4, contra o Flamengo
“Os favoritos são todos os grandes: Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Flamengo, Cruzeiro, Inter, Grêmio, Atlético-MG... São times que têm qualidade. Mas é um torneio equilibrado, longo, em que você tem que brigar até as últimas rodadas”, indicou Mendieta.

Com o título na mira, o meia impõe como meta 100% de aproveitamento antes da Copa do Mundo. “O objetivo é ganhar os nove jogos, começar bem o Brasileiro até a parada do Mundial. Trataremos de treinar bem durante a semana para chegar bem domingo e, quando o torneio parar, trabalhar com tranquilidade”, apontou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade