Futebol/Campeonato Cearense - ( - Atualizado )

No PV, Fortaleza enfrenta Icasa e busca vitória por dois gols para ir à final

Fortaleza (CE)

Dono da melhor campanha das primeiras fases do Campeonato Cearense, o Fortaleza corre sérios riscos de ser eliminado antes da grande final da competição estadual. Para que isto não aconteça, o time tricolor recebe o Icasa neste sábado, às 17 horas (de Brasília), em duelo válido pela volta das semifinais, no estádio Presidente Vargas, necessitando de uma vitória por dois gols de diferença.

Isto porque, na partida de ida, disputada no último fim de semana, o Verdão do Cariri recebeu o Fortaleza e triunfou por 3 a 1, com atuação convincente. Assim, como o saldo de gols é o primeiro critério de desempate na fase de mata-mata do Campeonato Cearense, a equipe de Juazeiro pode ser derrotada por até um gol de diferença que alcançará a decisão estadual. Caso o Leão vença por dois gols – independente do placar -, porém, estará ele classificado para a grande final, por ter feito a melhor campanha da primeira fase.

Assim, nem mesmo o tropeço no jogo de ida tira a confiança do time da capital. “É um duelo de 180 minutos. Ainda não acabou. A vaga está em aberto. Temos o segundo jogo e em casa somos muito fortes. A gente faz dois e classifica. Vamos buscar a vitória. Assim como eles venceram em Juazeiro, somos capazes de fazer a nossa parte em casa para sair com a vitória e a classificação”, declarou o atacante Waldison.

Divulgação
Após derrota por 3 a 1 no jogo de ida, Fortaleza precisa de uma vitória por dois gols de diferença para ir à final

Mesma opinião tem o treinador Marcelo Chamusca. “Não acabou ainda para o Fortaleza. Acredito que, no nosso estádio (PV), a situação será diferente. Agora, temos que dar o mérito também ao nosso adversário. O Icasa esteve bem em campo no primeiro jogo e nos marcou muito bem”, declarou o comandante, que tem dois desfalques certos para a partida desta sábado: o meia Evandro e o atacante Paulinho, suspensos. Por outro lado, ele poderá contar com a volta do meia Edinho, que não atuou em Juazeiro por ter sofrido o terceiro cartão amarelo antes das semifinais.

Pelo lado do Icasa, o discurso é de cautela e respeito ao adversário, apesar da boa vantagem conquistada na primeira partida. O treinador Tarcísio Pugliese não terá nenhum grande desfalque e, busca, além de um lugar na decisão, que pode dar o título estadual, a vaga na Copa do Nordeste de 2015, que é concedida aos dois finalistas.

O retrospecto diante dos rivais deste final de semana, porém, é desanimador. Nas duas vezes primeiras vezes em que se encontraram neste ano, o Fortaleza levou a melhor que o Icasa, vencendo por 2 a 0 no Alcides Santos e 3 a 0 no Romeirão. Estes dois placares, curiosamente, seriam necessários para o Tricolor avançar à final do Cearense neste sábado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade