Futebol/Liga dos Campeões - ( - Atualizado )

No sufoco, Chelsea faz o necessário, vence o PSG e vai à semifinal

Londres (Inglaterra)

O Chelsea fez o que era necessário para conquistar a classificação à semifinal da Liga dos Campeões. Nesta terça-feira, no Stamford Bridge, a equipe inglesa venceu o PSG por 2 a 0, com gols de Schurrle e Demba Ba, dois jogadores que saíram do banco de reservas. O segundo e decisivo gol, marcado pelo francês, saiu aos 41 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o português José Mourinho, treinador do Chelsea, mantém a escrita de nunca ter sido eliminado nas quartas de final da competição e segue sonhando se tornar o primeiro técnico a conquistar a Champions por três times diferentes.

A equipe inglesa aguardará seu adversário da semifinal, que será definido na próxima sexta-feira, em sorteio na sede da Uefa, na cidade suíça de Nyon.

AFP
Demba Ba comemora o gol que garantiu a classificação do Chelsea para a semifinal (foto: Adrian Dennis)
O jogo – O primeiro lance de efetivo perigo do jogo aconteceu somente aos 27 minutos, quando Sirigu salvou o Paris Saint-Germain. Em falta cobrada por Lampard na ponta esquerda, a bola desviou na barreira e mudou de direção, obrigando o goleiro italiano a se esticar para fazer grande defesa.

Em uma despretensiosa cobrança de lateral, aos 31, o Chelsea conseguiu abrir o placar. Ivanovic cobrou com força dentro da área, David Luiz desviou de costas e Schurrle, livre de marcação, completou para o fundo das redes.

Aos 36 minutos, o Chelsea quase chegou ao almejado segundo gol. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Cahill, que, na entrada da pequena área, rematou a bola por cima do travessão.

O goleiro Sirigu viu sua trave balançar duas vezes em menos de três minutos. Aos seis minutos, após rápido contra-ataque, Willian recebeu bom passe de Oscar e rolou para Schurrle, que acertou o travessão com um forte chute. Na sequência do lance, o árbitro marcou falta para o Chelsea, e Oscar acertou novamente o travessão de Sirigu em cobrança colocada.

Aos 11 minutos, o PSG criou sua primeira chance de perigo no jogo. Matuidi avançou em velocidade pela esquerda e foi derrubado por Ivanovic. Na cobrança da falta, Lavezzi chutou para o gol e obrigou Cech a fazer grande defesa.

AFP
Subsituto de Hazard, Schurrle celebra o gol que abriu o caminho para a vitória do Chelsea
Um contra-ataque aos 26 quase resultou no gol do PSG. Matuidi dominou a bola no campo de defesa e percebeu o deslocamento de Cavani pela ponta esquerda. O uruguaio invadiu a área e, com a bola no alto, chutou forte com a perna esquerda, levando perigo ao gol de Cech.

Aos 32, Cavani teve nova chance, mais clara que a anterior, para marcar. O camisa 9 do PSG recebeu lançamento na medida de Cabaye, dominou a bola livre dentro da área, mas finalizou por cima com a perna esquerda.

O gol salvador do Chelsea saiu aos 41 minutos da segunda etapa. Eto’o dominou dentro da área, teve seu chute bloqueado e, na sobra, Azpilicueta finalizou. Após desvio na defesa, a bola se ofereceu a Demba Ba, que completou para o fundo das redes.

Na última tentativa dos franceses, aos 49 minutos, Marquinhos recebeu livre na grande área e finalizou de primeira, no canto esquerdo de Cech, que se esticou e fez grande defesa.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade