Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

O bom da derrota é que não é para sempre, diz presidente do Santos

São Paulo (SP)

O presidente em exercício do Santos, Odílio Rodrigues, adotou um discurso otimista ao comentar a derrota para o Ituano na final do Campeonato Paulista. Em entrevista à rádio Jovem Pan após a partida, o mandatário preferiu ressaltar o campeonato “muito bonito” feito por sua equipe.

“A gente teve um time que se destacou, chegamos à final, mas, infelizmente, não fomos bem na cobrança dos pênaltis. Acho que ficou nos detalhes. Eu tenho que cumprimentar o Ituano, que chegou com méritos. O ruim da vitória é que não é para sempre, mas o bom da derrota é que também não é para sempre”, disse Odílio.

Ricardo Saibun/Santos FC
Com expressão de tristeza, o meia Cícero, capitão do Santos, levanta a taça de vice-campeão paulista
O dirigente minimizou o fato de o Peixe ter perdido o título para uma equipe de menor expressão. “No futebol, você decide dentro do campo, são 11 contra 11. A gente fica triste por essa torcida maravilhosa, que lotou o Pacaembu. Quero pedir que nossos torcedores continuem apoiando como sempre”.

Na opinião de Odílio, a decisão de realizar os dois jogos da final no Pacaembu, tomada pela Federação Paulista, não foi determinante para a definição do campeão.

“Se a gente tivesse jogado o primeiro em Itu e o segundo na Vila, não teríamos feito essa festa tão bonita para o futebol, com tantos espectadores. Acho que jogar no Pacaembu deixou o campeonato mais bonito”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade