Futebol/Copa do Brasil - ( )

Ofensivo, Bahia pega Villa Nova para driblar "ressaca" do título estadual

Salvador (BA)

O 45º título estadual deixou em êxtase o torcedor do Bahia, mas o elenco tricolor já deixou a festa para trás e está focado em mais uma decisão: contra o Villa Nova, de Minas Gerais, pela primeira rodada da Copa do Brasil. O Esquadrão de Aço entra em campo na noite desta quinta-feira precisando de uma vitória para avançar com propriedade, mas o empate sem gols também serve.

Em preparação para o duelo contra o adversário mineiro, o técnico Marquinhos Santos passou um vídeo sobre os pontos fortes e fracos do Villa Nova no auditório do Fazendão antes de o elenco descer ao gramado para treinar nesta quarta-feira. Na atividade, o treinador comandou um coletivo centrado no posicionamento tático do Tricolor.

Para a decisão pela competição nacional, o Bahia terá o desfalque do atacante Maxi Biancucchi, que ainda sofre com dores na panturrilha. Já o volante Fahel ainda trata no departamento médico a lesão no pé e é dúvida. Além disso, o lateral esquerdo Guilherme Santos e o meia Anderson Talisca provavelmente também não estarão à disposição.

Para driblar os desfalques, deixar de lado a ressaca do título estadual e garantir lugar na segunda fase da Copa do Brasil, os comandados de Marquinhos Santos são cobrados para manter o futebol vistoso apresentado no Campeonato Baiano.

Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação
Esquadrão de Aço entra em campo para manter vivo o sonho do título inédito da Copa do Brasil
“São as convicções que nós temos, do que queremos para o futebol brasileiro. Um futebol feliz, alegre, que o Brasil precisa”, defendeu o treinador. “Um futebol que seja mais solto, mais jogado. E é dessa escola que eu venho. É nisso em que eu acredito e em momento nenhum eu deixei de acreditar”, garantiu ao celebrar o título sobre o rival Vitória.

O estilo de jogo deu certo no estadual. Os 19 gols em 12 jogos não representam número tão impactante, mas a campanha tricolor foi inquestionável. A única derrota foi ainda na primeira rodada e, a partir daí, foram sete triunfos e cinco empates até a taça. Se mantiver o desempenho, o Bahia promete dar trabalho na Copa do Brasil.

Com convicção na filosofia do treinador, o Bahia sobe ao gramado da Arena Fonte Nova às 21 horas (de Brasília) desta quinta-feira para receber o Villa Nova, pela segunda partida da fase inicial da Copa do Brasil. Após o 1 a 1 em Minas Gerais, um empate sem gols basta para o Tricolor avançar, mas igualdade por dois ou mais gols elimina a equipe da casa. Caso o resultado se repita, a decisão irá para os pênaltis.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade