Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Oswaldo não garante Damião, que reclama: "Bola não chegou"

Santos (SP)

O técnico Oswaldo de Oliveira acredita que o atacante Leandro Damião não está em dívida no Santos apenas porque não vem marcando gols. Mesmo com a reclamação dos torcedores, o comandante alvinegro vê o camisa 9 “cumprindo com suas obrigações de jogador”, mas, mesmo assim não garante o centroavante entre os 11 iniciais no jogo do próximo sábado, diante do Grêmio, às 18h30 (de Brasília), na Vila Belmiro. Damião, por sua vez, justifica dizendo que a “bola não chega”.

“Ele está devendo o quê? Está cumprindo com suas obrigações, entrando em campo, fazendo treinamentos. Então, não o vejo dever nada. As pessoas perguntam porque há uma movimentação muito grande por causa dos atrativos da negociação e, depois, por ele não ter marcado gols nos últimos jogos. Mas eu vejo com muita calma. Temos que ter essa tranquilidade”, disse Oswaldo de Oliveira.

O camisa 9, por sua vez, acredita que o Santos como um todo fez uma partida, no último sábado, muito abaixo do esperado. Ele foi substituído na volta do intervalo pelo garoto Geuvânio. “Nós não jogamos como no início do ano. Infelizmente, empatamos mais uma vez. Estou trabalhando e procurei ajudar, mas, lamentavelmente, a bola não estava chegando”, justificou.

A titularidade de Damião, inclusive, por estar em jogo. Questionado, Oswaldo de Oliveira não garantiu que colocará o centroavante entre os 11 iniciais do próximo confronto. “Cada jogo tem sua história. Nós vamos trabalhar durante a semana. Isso ainda vamos ver”, finalizou.

Ricardo Saibun/Santos FC
Em baixa, Leandro Damião pode perder sua vaga entre os titulares do técnico Oswaldo de Oliveira

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade