Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Pai de Kardec espera "boa notícia" em reunião com Verdão até terça

William Correia e Arthur Carvalho* São Paulo (SP)

As reclamações sobre as baixas propostas salariais do Palmeiras para Alan Kardec deram resultado. Representante do filho nas negociações, o pai do artilheiro foi comunicado de que se reunirá com a diretoria até terça-feira e aguarda por uma sinalização positiva na renovação.

“Estamos em compasso de espera por uma boa notícia até terça-feira”, disse o pai de Alan Kardec para a Gazeta Esportiva. “Vamos nos reunir com o Palmeiras. E pode ser amanhã, sábado, domingo, segunda ou terça-feira. Vamos ver o que vai acontecer”, continuou.

Nessa quarta-feira, o representante do jogador mostrou indignação com a última proposta salarial feita pelo Verdão e disse ter chegado ao limite. O pai do atacante ainda ressaltou que, em conversa informal, outro clube brasileiro ofereceu R$ 80 mil a mais em salário fixo do que a maior pedida de Kardec somando a parte fixa e a produtividade.

O centroavante quer ficar no Palmeiras, como deseja seu pai. A reviravolta em uma renovação antes dada como certa mexeu com o jogador. No treino desta quinta-feira, o camisa 14 pouco sorriu e funcionários do clube o sentiram mais calado e cabisbaixo, em um reflexo do rumo da negociação.

O empenho, contudo, não sofreu alteração. “O Alan não mudou nada nos treinos. Continua focado como sempre foi, mantendo a seriedade. E está fazendo a coisa certa porque, independentemente se está ou não acertando as coisas fora de campo, não deixa de fazer seu trabalho dentro de campo”, disse Bruno César.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Jogador se abateu com inesperada dificuldade na renovação com Palmeiras, mas seu pai ainda tem esperança
“Já pude trabalhar com ele no Benfica, sei a capacidade e o profissionalismo do Alan. Tudo dará certo na vida dele por causa disso. Um cara sério e profissional só tem a ganhar com isso”, prosseguiu o meia, que mais respondeu sobre o colega do que qualquer assunto em sua entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Alan Kardec está emprestado até 30 de junho e o Palmeiras já encaminhou até a forma de pagamento de 4 milhões de euros (cerca de R$ 12,5 milhões) ao Benfica para tê-lo em definitivo. A ideia é que ele assine contrato de cinco anos. A questão salarial tem sido o principal e último obstáculo para a concretização da renovação.

*especial para a GE.net

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade