Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Para Enderson, Grêmio teve atuação "inteligente" em Medellín

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Três dias depois de perder um Gre-Nal em casa de forma inesperada, o Grêmio se recuperou com boa vitória por 2 a 0, em Medellín, sobre o forte Atlético Nacional. A reabilitação e a classificação antecipada no “grupo da morte” da Libertadores animaram o técnico Enderson Moreira, que destacou a superação de seus atletas apesar da sequência forte de jogos.

“Nosso objetivo hoje era recuperar o aspecto emocional e, principalmente, o físico. Fizemos um trabalho de recuperação. O Fábio (Mahseredjian, preparador físico do Tricolor) é o grande nome da preparação física no Brasil, soube com maestria conduzir essa recuperação. A equipe emocionalmente esteve muito bem, e aproveitamos uma grande oportunidade de mostrar a nossa força”, comemorou o técnico.

“O futebol é assim. No domingo eu comentei que a sequência era extremamente difícil. A gente talvez fosse um dia pagar pelo acúmulo de jogos, e isso infelizmente aconteceu no domingo, mas hoje a equipe teve grande desempenho. Fizemos uma partida inteligente, oferecemos ao Nacional poucas oportunidades”, completou Enderson, que lembrou que o Grêmio foi a primeira equipe nos últimos dois anos a marcar cinco gols em duas partidas contra o campeão colombiano.

Após a vitória em Medellín, o Grêmio terá uma semana para trabalhar até o jogo que encerra a fase de grupos da Libertadores, dia 10, contra o Nacional do Uruguai, na Arena. O confronto não é um amistoso: uma vitória garante ao Tricolor a liderança do Grupo 6 da Libertadores e a vantagem de decidir a maioria dos mata-matas em casa. A delegação chegará em Porto Alegre na manhã desta sexta-feira, recebendo um dia de folga em Medellín.

Lucas Uebel/GFBPA
Exaltando preparo físico, técnico tricolor elogia desempenho de seus comandados na decisiva vitória fora de casa

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade