Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Para Eutrópio, ritmo lento culminou em derrota do Figueirense para o Bahia

Florianopolis (SC)

Após duas rodadas disputadas na Série A do Campeonato Brasileiro, o Figueirense ainda não conseguiu vencer. Na noite de domingo, a equipe catarinense foi derrotada pelo Bahia por 2 a 0, na Arena Barueri. O técnico Vinícius Eutróprio acredita que o ritmo lento imposto por seus jogadores culminou no resultado negativo.

“Entramos devagar, não nos adaptamos ao adversário, perdemos divididas. O campeonato exige que se comece o jogo a todo vapor desde o primeiro segundo”, analisou o comandante do Alvinegro.

Segundo o treinador do Figueira, a equipe fez uma primeira etapa equilibrada, mas se deixou levar na volta dos vestiários. “O primeiro tempo estava mais equilibrado para nós, e no segundo tempo ficamos expostos. Tem importância sair na frente ou atrás. Os dois times se equivalem, sair atrás muda todo o panorama”, disse Eutrópio, que viu sua equipe levar o primeiro gol aos 7 minutos do etapa inicial.

Divulgação/Figueirense F.C.
Segundo Vinícius Eutrópio, a equipe precisa entrar em campo "a todo vapor" no Brasileiro (Foto: Luiz Henrique)
Com os dois resultados negativos, a torcida já começou a cobrar um posicionamento do técnico quanto possíveis mudanças táticas na equipe. “Sempre tem que fazer ajuste, independente de ganhar ou perder. Falei que iria montar um time para esses seis jogos fora e com a torcida contra. Temos que fazer variações para todos serem usados da melhor maneira. Não tem titularidade absoluta, a competitividade tem que ser saudável”, finalizou Eutrópio.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade