Futebol/Copa do Brasil - ( )

Pato convence Muricy em estreia e assumirá bola parada tricolor

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Não é mais apenas da boca para fora. Alexandre Pato convenceu Muricy Ramalho em campo de que pode se encaixar bem no time do São Paulo. Na quarta-feira, o atacante fez gol, deu assistência para outro e contribuiu também defensivamente na vitória por 3 a 0 sobre o CSA, no Morumbi.

"A gente queria que desse certo essa estreia dele aqui (no Morumbi), porque ele é um jogador importante para a gente e também pelo comportamento dele no dia a dia. Ele realmente caiu muito bem no ambiente do CT, é diferente como pessoa, super educado e também um excelente profissional. Aguentar o que ele aguentou nesse tempo, só treinando, sem jogar...", elogiou, já na madrugada de quinta-feira.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Atacante ficou preso aos treinos quase um mês de sua estreia até a segunda partida com a camisa tricolor
Foi apenas a segunda partida do ex-corintiano com a camisa 11 tricolor. A primeira havia sido no duelo de ida contra o próprio CSA, em 12 de março, em Maceió. De lá até quarta-feira, ele ficou quase um mês apenas em treinamento. Período que lhe foi desgastante e fez com que o treinador deixasse apenas para os últimos dias as principais cobranças de função e posicionamento.

"Deixei ele esse tempo todo à vontade, senão fica uma coisa chata massacrar o jogador. Mas nesta semana, sim, conversei bastante com ele. Perguntei se ele estava se sentindo em nessa posição, falei que sem bola ele ia ter que brigar um pouquinho mais, para pelo menos atrapalhar a saída de bola do adversário", falou o comandante, antes de mais elgios.

"O bom dele é que ele entende rapidamente as coisas, porque é um cara culto, diferenciado em relação a esse lado. E também ele quer, né? Ele sabe que está precisando dar uma resposta para ele mesmo, porque ficou muito tempo com essa coisa de desconfiança. Então, ele está querendo", continuou o comandante.

Pato convenceu Muricy não apenas balançando a rede aos 19 minutos do primeiro tempo, após ótimo passe do meia Maicon, mas também dando carrinho para recuperar bola e cobrando uma falta com qualidade para Luis Fabiano ampliar a vantagem. O bom aproveitamento no fundamento, de acordo com o treinador, deve torná-lo um dos batedores oficiais do time.

"Ele começou a fazer treinamentos específicos. Como a gente estava com dificuldade nas bolas paradas - não era muito confiável quem estava batendo -, ele chamou atenção nos treinamentos pela maneira com que bate na bola. Agora vamos fazê-lo treinar muito mais, porque sentimos que ele tem condições de fazer muito mais", adiantou, esperançoso com o reforço.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade