Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Paulo Autuori explica entrada de Guilherme, e Berola no banco

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG está definido para a partida desta quinta-feira, contra os colombianos do Santa Fé, em Bogotá, jogo que pode garantir classificação antecipada do Galo para as oitavas de final da Libertadores. O técnico Paulo Autuori confirmou a equipe com Ronaldinho e Guilherme na armação das jogadas e Tardelli atuando mais avançado ao lado de Jô.

“Guilherme escalado. Mais para frente, precisamos de um jogador de velocidade. Não dá para entrar com um no início e depois não tê-lo. O Berola tem melhorado nisso. Outra coisa é entrar com um jogador que não poderá jogar no fim de semana. Treinador também tem que pensar nisso”, disse Autuori.

O treinador não contará com Fernandinho entregue ao departamento médico, por isso, a opção por Guilherme deixando Berola no banco de reservas, já que o velocista não joga no domingo, contra o Cruzeiro na decisão do Mineiro. Além de ter um time com mais qualidade, a altitude de Bogotá preocupa Paulo Autuori, mas o treinador entende que os efeitos não são tão severos como, por exemplo, La Paz, na Bolívia.

“A altitude aqui em Bogotá é muito menos agressiva. Não podemos comparar com La Paz. É claro que se sente um pouco, mas a adaptação é muito mais rápida. Estava conversando isso com o Victor” comentou Autuori, que vai escalar o Galo com: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Otamendi e Dátolo; Pierre, Leandro Donizete, Guilherme e Ronaldinho Gaúcho; Diego Tardelli e Jô.

Divulgação/Atlético Mineiro
Paulo Autuori confirmou o Galo com Ronaldinho e Guilherme na armação das jogadas, e Neto Berola no banco

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade