Futebol Internacional/Bastidores - ( - Atualizado )

Platini revela ter dúvidas sobre a política de contratações do PSG

Paris (França)

O presidente da Uefa, Michel Platini, declarou nesta quinta-feira ter dúvidas a respeito da agressiva política de contratações do Paris Saint-Germain. Para ele, o clube pode estar desrespeitando a regra do “fair play financeiro”, imposta pela entidade para que as contas dos clubes sejam equilibradas, sem que as despesas sejam superiores aos gastos.

“Não tenho certeza absoluta de que o PSG siga as regras do fair play financeiro. Ao menos posso dizer que o contrato com o gabinete de turismo do Catar é inovador. Mas será que é válido? Que os valores são corretos? Os peritos devem responder isso”, declarou o cartola em entrevista ao Le Parisien.

O contrato questionado por Platini cede ao clube aproximadamente 200 milhões de euros (cerca de R$ 615 milhões) anuais. O valor é equivalente à metade do orçamento total da equipe parisiense.

AFP
Em entrevista, Platini disse ter dúvidas sobre as contratações do PSG, mas excluir time da Liga dos Campeões

Em 2011, a Autoridade de Investimento do Catar, liderada pelo empresário Nasser Al-Khelaïfi, comprou o PSG, com o projeto de elevar o clube à galeria de gigantes da Europa. Desde então, o clube passou a investir valores astronômicos na contratações de jogadores. De lá para cá, foram cerca de 386 milhões de euros (R$ 1,18 bilhões) gastos apenas em transferências.

Apesar disso, Platini descarta aplicar punições severas ao clube em caso de irregularidades. “Quem espera por sangue e lágrimas irá se decepcionar. Se comprovado, haverá medidas duras, mas o PSG não será excluído de competições europeias”, afirmou o presidente da Uefa.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade