Futebol/Campeonato Espanhol - ( - Atualizado )

Polícia espanhola prende torcedor que atirou banana em Daniel Alves

Villarreal (Espanha)

A Polícia Nacional da Espanha deteve, nesta quarta-feira, o torcedor David Campayo Lleo, do Villarreal, que arremessou uma banana na direção do lateral direito Daniel Alves durante a vitória do Barcelona por 3 a 2 sobre o Submarino Amarelo, no último fim de semana, pelo Campeonato Espanhol.

Lleo, que é funcionário do Villarreal, pode ser enquadrado no artigo 510 do código penal espanhol, que prevê prisão de até três anos a quem propague “"incitação à discriminação, ao ódio e à violência contra grupos ou associações, por motivos racistas, antissemitas ou outros referentes à ideologia".

No dia seguinte ao ocorrido, o Villarreal identificou e puniu o autor do delito. O torcedor perdeu seu carnê de sócio do clube e foi impedido de entrar no estádio El Madrigal pelo resto da vida.

AFP
Alvo de ofensa racista, o lateral direito da Seleção Brasileira recebeu o apoio de diversos esportistas
Apesar dos apelos do presidente do clube, Fernando Roig, para que a atitude de uma pessoa não resulte em punições, a Federação Espanhola julgará o caso e estudará a aplicação de eventuais sanções ao Villarreal.

Após o ocorrido, Daniel Alves também se manifestou e disse que a punição ao torcedor, que não teve a identidade revelada pelo clube, não é a melhor solução.

"Se pudesse, eu pegaria a foto e colocaria publica só para envergonhar, banir não é solução. Estaria pagando mal com mal, tem de educar as pessoas e não tentar banir ele do futebol", declarou o brasileiro. Daniel Alves também comentou o assunto e disse que banir o torcedor do estádio não serie a melhor ideia: "Se pudesse, eu pegaria a foto e colocaria publica só para envergonhar, banir não é solução. Estaria pagando mal com mal, tem de educar as pessoas e não tentar banir ele do futebol".

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade