Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Pouco inspirado, Santos joga mal e empata com o Coritiba fora de casa

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

Coritiba e Santos continuam sem desencantar no Campeonato Brasileiro 2014 e não passaram de um empate sem gols no Couto Pereira. Em um jogo tecnicamente fraco, as emoções ficaram guardadas para alguns lances isolados já no final do segundo tempo.

A partida começou confusa, com jogadores dos dois times se lesionando logo nas primeiras movimentações. Com isso, Jajá entrou no lugar de Júlio César pelo lado coxa-branca. Com a bola rolando, aos nove minutos, Zé Love recebeu uma bola açucarada, mas se empolgou no lance e chutou torto e fraco, sem perigo algum. Na reposta, Gabriel tentou encobrir Vanderlei, sem sucesso.

O Coritiba começou uma pequena pressão, embalado pelo torcedor. Aos 11 minutos, Chico desviou após cobrança de escanteio e Aranha fez boa defesa. Aos 14 minutos, Zé Love deixou a marcação para trás e arrematou para intervenção de Aranha. Na sobra, Robinho foi travado na hora do chute. Aos 18 minutos, foi a vez Leandro Almeida desviar na área e ver a bola correr por toda a extensão, sem entrar.

Divulgação/Coritiba
Ex-santista Zé Eduardo teve pelo menos duas oportunidades para balançar as redes neste sábado

Robinho teve uma boa chance em cobrança de falta na entrada da área, aos 29 minutos, mas a defesa afastou pela linha de fundo. O jogo ficou mais truncado. Aos 36 minutos, Jajá armou o chute, mas parou na defesa. Em um raro ataque de qualidade, o Peixe chegou com perigo aos 39 minutos, com Gabriel, que deixou dois defensores para trás e arrematou para fora.

Para a etapa final, Oswaldo de Oliveira optou pela entrada de Geovânio no lugar de Leandro Damião. Porém, o panorama da partida pouco mudou, com o Coxa com mais ação, mas sem criatividade no ataque. Aos nove minutos, Gabriel tentou o chute de fora da área e isolou. Aos 12 minutos, foi a vez de Alan Santos mandar para longe.

Arte GE.Net
Sem conseguir furar a defesa santista, Chico tentou encobrir Aranha, aos 16 minutos, mas exagerou na força. Aos 21 minutos, Zé Love deixou a bola na medida pra Robinho que, de frente para a meta mandou para fora. A bola finalmente balançou aos 25 minutos, com Zé Love, mas de mão. Lance anulado.

O que faltou de técnica durante toda a partida, quase foi compensado aos 30 minutos, com Geraldo, que acertou um lindo chute de primeira após lançamento na medida de Jajá. Aos 39 minutos, Jajá serviu e Zé Love, de bicicleta, mandou na trave, perdendo a grande chance da partida. Zé Love não desistia, e aos 42 minutos tentou duas vezes antes de ser travada.

Na próxima rodada, o Coritiba volta a campo no sábado, quando encara o São Paulo, no Estádio do Morumbi, a capital paulista. Já o Santos recebe no mesmo dia o Grêmio, na Vila Belmiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade