Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

CBF e COB lamentam morte de Luciano do Valle

Rio de Janeiro (RJ)

Em comunicado divulgado através do site oficial, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lastimou a morte do narrador esportivo Luciano do Valle, da Rede Bandeirantes. O presidente da entidade, José Maria Marin, ressaltou a perda de "um patrimônio da imprensa brasileira".

"Ele era, sobretudo, um amigo da CBF. Luciano foi um ícone da televisão, um verdadeiro patrimônio da nossa imprensa", disse o dirigente.

Luciano do Valle morreu na cidade de Uberlândia (MG), onde iria trabalhar no jogo entre Atlético-MG e Corinthians, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Ele passou mal enquanto estava no voo para a cidade mineira.

"Tivemos a felicidade de prestar uma homenagem ao Luciano do Vale em um evento que a CBF promoveu no ano passado. Envio neste momento difícil os pêsames à família desse grande jornalista", emendou Marin.

Em homenagem ao profissional, que teve passagem pela Rádio Gazeta na década de 60, todas as partidas do Campeonato Brasileiro terão um minuto de silêncio.

Divulgação
Luciano do Valle faleceu neste sábado depois de passar mal em um voo a caminho de Uberlândia

COB - O Comitê Olímpico Brasileiro, em uma nota assinada pelo presidente Carlos Arthur Nuzman, reiterou as homenagens. O narrador ficou conhecido no cenário nacional  por apoiar os esportes olímpicos.



Veja a nota:


O Comitê Olímpico Brasileiro manifesta profundo pesar pelo falecimento do narrador esportivo Luciano do Valle, ocorrido neste sábado, dia 19 de abril de 2014. Luciano do Valle foi uma personalidade fundamental na massificação do vôlei e do esporte olímpico no Brasil. O narrador foi um entusiasta de primeira hora, mesmo em uma época em que poucos apostavam no talento do atleta olímpico brasileiro. Em 1983, a empresa comandada pelo narrador Luciano do Valle foi parceira da Confederação Brasileira de Voleibol na realização do amistoso entre as seleções masculinas de vôlei do Brasil e da União Soviética, no estádio do Maracanã, em um jogo que entrou para a história da modalidade. O Comitê Olímpico Brasileiro se solidariza aos familiares e amigos de Luciano do Valle, na certeza de que o seu trabalho pela valorização do esporte nacional ficará eternizado na história do Movimento Olímpico Brasileiro


Carlos Arthur Nuzman – Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade