Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Presidente diz que Paulo Baier agenciava jogadores no Atlético-PR

Curitiba (PR)

Nesta segunda-feira, o presidente do Atlético-PR, Mario Celso Petraglia, acusou Paulo Baier, ex-meia do Furacão, de agenciar jogadores durante sua passagem no clube, compreendida entre as temporadas de 2009 e 2013. De acordo com o mandatário, o experiente armador arquitetava uma “carteira”, para virar empresário quando encerrasse a carreira dentro das quatro linhas.

Entretanto, a denúncia a Baier não veio gratuitamente. Ela foi citada por Petraglia enquanto discorria sobre a situação do zagueiro Manoel, afastado por atos de indisciplina. Vale ressaltar que o empresário do defensor, Neco Cirne, é o mesmo do meia.

“No final de 2011, conseguimos segurar o Manoel. Ele estava sendo vendido a troco de banana pela antiga diretoria ao Internacional. E o mesmo procurador do zagueiro (Neco Cirne) é o que agencia a carreira do Paulo. Assim, os dois serivam de intermediários para o procurador. Faziam tudo o que ele mandava. Houve uma conversa que, depois de encerrar a carreira, o Baier viraria agente. Ele já estava fazendo aqui a sua carreira”, afirmou, em entrevista à rádio oficial do clube.

Entretanto, Petraglia não expôs quais atletas teriam sido agenciados por Paulo Baier. Durante as negociações pela manutenção do meia e de Manoel, o mandatário do Furacão e Cirne se desentenderam e o clima tenso foi acentuado após a dispensa do experiente armador, que ocorreu no final de 2013.

Atualmente no Criciúma, Baier se prepara para a estreia carvoeira no Campeonato Brasileiro da Série A. O duelo, diante do Palmeiras, ocorre neste domingo, às 18h30 (de Brasília), no estádio Heriberto Hulse.

Divulgação/Atlético-PR
"Ele já estava fazendo aqui a sua carreira de empresário", disse Petraglia sobre Baier (Foto: Gustavo Oliveira)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade