Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

R. Goulart afirma que Cruzeiro cumpriu missão com vaga na Libertadores

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro esteve ameaçado de não conseguir a classificação para às oitavas de final da Libertadores, mas a Raposa reagiu na reta final e garantiu acesso para a fase de mata a mata da competição continental. O meia-atacante Ricardo Goulart afirma que a sensação após o jogo contra os peruanos do Garcilaso era de dever cumprido, já que os celestes venceram por 3 a 0, no Mineirão.

“Missão cumprida. A gente vem de uma semana tensa. Conseguimos a nossa classificação. Muitos já desacreditavam de nós. Então, é a prova de que o Cruzeiro é forte, que tem uma bela de uma equipe. Sabíamos das dificuldades. Entramos com tudo. Sabíamos que o saldo de gols era muito importante e conseguimos essa vitória que era tão esperada”, declarou.

Para não depender de nenhum resultado, o Cruzeiro precisava vencer por três gols de diferença, o que foi feito no primeiro tempo. Na etapa final, os celestes continuaram dominando as ações, mas em ritmo menos intenso, o que foi admitido por Ricardo Goulart, que afirma que o mais importante era conseguir a vaga para a próxima fase.

Divulgação
Ricardo Goulart destacou que o Cruzeiro, mesmo com as dificuldades, ainda é forte
“Tivemos algumas oportunidades no segundo tempo, em jogadas de bola parada, mas o goleiro deles foi muito bem. Mas a gente sabia que 3 a 0 nos classificava. Então, independentemente de ser três ou quatro a zero, o importante era a classificação”, disse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade