Futebol/Libertadores da América - ( - Atualizado )

Samudio feteja gol no finalzinho que mantém Cruzeiro vivo na Libertadores

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O empate do Cruzeiro contra o Cerro Porteño saiu dos pés de um jogador paraguaio, que evitou o revés da Raposa no último minuto de jogo. O lateral Samudio se mostrou muito satisfeito pelo gol anotado, msa destacou que ainda restam 90 minutos de jogo em disputa para decidir quem avança para a próxima fase da Libertadores.

“Contente por marcar o gol já quando a partida estava terminando. O trabalho realizado pelos companheiros foi muito importante. Em nenhum momento nos desesperamos, porque sabemos que se trata de um jogo de 180 minutos. Agora é descansar e pensar no próximo jogo”, disse o lateral, que comentou sobre o lance do gol, marcado com a perna direita.

“Às vezes tento pisar mais forte com a perna direita para eu não cair. Então quando vi a bola chegando, eu fechei os olhos e tive que pegar de jeito na bola. Fico contente pelo jogo realizado, porque conseguimos um resultado positivo diante de um rival difícil”, afirmou.

Para avançar às quartas de final, o Cruzeiro vai precisar vencer o Cerro Porteño, em Assunção, ou ao menos empatar com placar de 2 a 2 em diante. Nova igualdade em 1 a 1 leva a decisão da vaga para a disputa de pênaltis. Empate sem gols garante os paraguaios na próxima fase da competição de clubes mais importante das Américas.

Divulgação/Cruzeiro E. C.
Lateral foi responsável pelo gol salvador que mantém o time celeste esperançoso por uma vaga nas quartas de final

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade