Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Sheik dispara contra seu ex-técnico Mano Menezes: “Eu não gosto dele"

Rio de Janeiro (RJ)

Emerson Sheik acertou com o Botafogo nas últimas semanas, mas o seu vínculo com o Corinthians ainda não chego ao fim. Nesta sexta-feira, o polêmico atacante voltou aos holofotes depois de disparar contra seu ex-treinador Mano Menezes, com quem trabalho no Parque São Jorge. Para o jogador, o comandante que já passou por Flamengo, Grêmio e Seleção Brasileira tem caráter duvidoso.

Questionado sobre o técnico, Sheik foi direto: "O que eu sinto sobre o Mano? Eu não gosto dele. Não escondo de ninguém que não gosto dele. Entendo que ele é um cara de caráter duvidoso e para mim isso basta", disse o agora atacante botafoguense ao programa à Rádio Mix, do Rio de Janeiro.

O jogador foi negociado com o clube carioca quando já não era mais aproveitado pelo treinador. Após um final de temporada muito ruim em 2013, Emerson Sheik também não vingou no início deste ano, foi titular em poucos jogos e passou a amargar o banco de reservas do Corinthians.

Montagem sobre fotos de Djalma Vassão/Gazeta Press e Sergio Barzaghi/Gazeta Press
O caráter do treinador Mano Menezes foi colocado sob questionamento pelo ex-corintiano Emerson Sheik
Agora no Botafogo, o atacante terá que conviver com outro problema: a crise financeira que assombra General Severiano. Emerson Sheik, no entanto, alega que isso não afetará seu rendimento, já que, quando recebeu a proposta alvinegra, já tinha conhecimento sobre os problemas do clube.

"Quando recebi o convite do Botafogo, essa questão financeira já tinha estourado nos noticiários. Todos sabiam. Mas o projeto me encantou, me incentivou, além, claro, de voltar ao Rio, que pesou, sem hipocrisia. Acredito nas pessoas, são sérias e vão resolver toda essa questão", completou o jogador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade