Futbeol/Bastidores - ( )

TJD-RS tira nove pontos do Esportivo, que é rebaixado no Gaúcho

Porto Alegre (RS)

O Esportivo, clube gaúcho envolvido em episódios racistas contra o árbitro Márcio Chagas na partida contra o Veranópolis, foi julgado nesta quinta-feira pelo Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) e acabou rebaixado no Campeonato Gaúcho.

A punição à equipe foi a perda de nove pontos, que culminou no descenso, além da perda de seis mandos de campo e a aplicação de uma multa de R$ 30 mil.

O clube ainda pode recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Enquanto o Esportivo, que agora soma sete ponto no Gaúchão foi rebaixado, o Passo Fundo, que havia terminado a competição na zona da degola, se salvou.

O árbitro Márcio Chagas, personagem que originou o processo e pivô de todo o caso, acompanhou o julgamento e celebrou o resultado.

"Serviu para dar um basta nesta covardia com o povo negro. Foi julgado de forma exemplar e pode dar resposta à sociedade. Torço para que seja um divisor de águas, se perdeu há muito tempo os valores e isso poder ser uma forma de resgatá-los", declarou, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Fernando Dantas/Gazeta Press
O árbitro Márcio Chagas foi alvo de racismo após o confronto entre Esportivo-RS e Veranópolis durante o Campeonato Gaúcho

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade