Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Treino no Morumbi altera rotina e aproxima elenco da torcida

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Os associados que acordaram cedo e foram ao Morumbi, nesta sexta-feira, puderam ver mais de perto os jogadores do São Paulo. Em vez do CT da Barra Funda, Muricy Ramalho escolheu o estádio como local do treino de antevéspera da partida contra o Botafogo. Por alguns motivos. Um deles foi justamente se aproximar dos torcedores.

"No CT, a gente fica um pouco isolado", disse o treinador, que não teve dificuldade em conseguir liberação para treinar a equipe no Morumbi, até porque a mudança do local de trabalho facilitou o primeiro contato de Carlos Miguel Aidar (eleito presidente na quarta-feira) com os atletas.

"Sempre gostei (de treinar no Morumbi), mas não é sempre que se pode usar, senão estraga o gramado. É nossa casa, e a gente fica muito distante daqui. Ficamos 15, 20 dias sem jogar, o que não é bom. A gente precisa se ambientar, porque o Morumbi faz a diferença nos jogos", comentou.

O trabalho técnico em espaço reduzido comandado por ele foi acompanhado não apenas pelo novo mandatário, mas também por conselheiros recém-eleitos, familiares de jogadores e torcedores que usufruíam da estrutura paralela do Morumbi, como a academia com vista para o gramado. O atacante Luis Fabiano, o último a deixar o campo - até por ter recebido a visita da esposa e das filhas -, foi um dos mais requisitados.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Luis Fabiano recebeu vista da esposa e das mulheres e também foi o atleta mais assediado pelos sócios do São Paulo
Neste sábado, o elenco volta à Barra Funda, onde treinará pela manhã e entrará em regime de concentração. O centro de treinamentos do time profissional, no entanto, passa por pequenas reformas, tendo em vista a presença da seleção dos Estados Unidos durante a Copa do Mundo, o que pode forçar Muricy a utilizar o Morumbi em novas oportunidades.

"Além da reforma, a gente traz porque é importante e também muda a rotina. Quando a semana é cheia, é complicado ficar só treinando, no mesmo lugar. E o Morumbi sempre foi nossa diferença. Por isso também que a gente veio treinar aqui. De vez em quando, vamos fazer esse tipo de exercício", explicou o treinador, já com sua escalação em mente.

A não ser que ele surpreenda, o São Paulo deverá voltar ao campo do Morumbi, às 16 horas de Brasília) de domingo, com o seguinte time para encarar o Botafogo: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Souza, Maicon, Boschilia e Ganso; Pato e Luis Fabiano.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade