Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Vacinado contra surpresa, Santos inicia final paulista com o Ituano

Helder Júnior São Paulo (SP)

 O técnico Oswaldo de Oliveira se precaveu como pôde para que o Santos não seja a última grande vítima de uma surpresa desagradável no Campeonato Paulista. Antes de começar a decidir o título com o Ituano, a partir das 16 horas (de Brasília) deste domingo, no Pacaembu, ele defendeu os rivais eliminados, elogiou o seu adversário, preservou titulares na Copa do Brasil e até protegeu os novatos de uma exposição excessiva.

Com a melhor campanha do Estadual, o Santos já tomou um susto com a suada vitória sobre o Penapolense (o algoz do São Paulo), por 3 a 2, nas semifinais. Os titulares tiveram tempo para pensar nos erros cometidos naquela partida, já que apenas o goleiro Aranha não foi poupado do empate sem gols com o Mixto na quarta-feira, pela Copa do Brasil. Os laterais Cicinho e Mena também estiveram em campo, mas, suspensos, cederão os seus lugares a Bruno Peres e a Emerson neste fim de semana.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Oswaldo de Oliveira pretende alcançar uma vantagem para o Santos levar ao segundo jogo da final
“Essa separação do elenco que fizemos não é boa porque desvia um pouco o foco. Mas, de certa forma, também acabou ajudando. Deixei todos os jogadores aqui, com exceção do Aranha, e pude fazer um trabalho bem direcionado, concentrado. O contato com o grupo foi muito bom. O pessoal está atento às coisas que tenho dito”, garantiu Oswaldo de Oliveira.

Do lado do Ituano, o técnico Dorival também tem sido cuidadoso com as palavras direcionadas aos seus jogadores. O objetivo é manter a filosofia que fez da equipe a dona da melhor defesa do torneio, eliminando o Corinthians na fase de grupos e o Palmeiras na semifinal. “Há um comprometimento de toda a equipe para que a zaga se destaque. E vamos jogar exatamente igual aos outros jogos. Está dando certo, então não mudaremos absolutamente nada”, declarou o comandante do time do interior.

O Santos também será o mesmo que alcançou o status de equipe mais eficiente ofensivamente da competição. “Não temos que mudar nada por causa do Ituano. É normal que as dificuldades aumentem depois que o adversário passa a ter uma leitura melhor do nosso time. Mas, se eles cresceram, nós também nos desenvolvemos. Estamos seguindo um curso natural”, salientou Oswaldo de Oliveira, sem apagar da memória a vitória por 1 a 0 sobre o Ituano de 26 de janeiro, fora de casa.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Doriva não vai mudar a postura do Ituano, que soube proteger o seu gol para avançar à decisão
O técnico do Santos ainda lembrou que aprendeu mais sobre o time de Itu a partir do encontro da etapa classificatória. Apesar de não estar muito preocupado com o que têm falado os seus oponentes. “Prefiro ressaltar aquilo que temos de bom. Acho melhor cuidarmos da nossa qualidade”, afirmou, gastando mais saliva para reclamar da realização dos dois jogos decisivos no Pacaembu. Assim como no próximo domingo, os santistas serão 85% do público do estádio municipal no início da luta contra uma surpresa.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
ITUANO X SANTOS

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 06 de abril de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (ambos de SP)

ITUANO: Vágner; Dick, Alemão, Anderson Salles e Dener; Josa, Paulinho, Jackson Caucaia e Cristian; Rafael Silva e Esquerdinha
Técnico: Doriva

SANTOS: Aranha; Bruno Peres, Neto, David Braz e Emerson; Arouca, Cícero e Gabriel; Geuvânio, Leandro Damião e Thiago Ribeiro
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade