Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Vice-campeão, Oswaldo de Oliveira critica o regulamento do Paulista

Vítor Dalseno, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

O técnico Oswaldo de Oliveira criticou o regulamento do Campeonato Paulista após a derrota do Santos nos pênaltis para o Ituano, neste domingo, na decisão da competição. Na opinião do treinador, o Peixe, time que terminou a primeira fase com a melhor campanha geral, deveria ter sido beneficiado com a vantagem de jogar por dois empates na final.

“Uma equipe que faz sete pontos a mais (que o Ituano, na primeira fase) e tem a melhor campanha, teria que ter, pelo menos, o direito de jogar por dois resultados iguais, como aconteceu no Brasil inteiro”, disse Oswaldo, que citou como exemplo o Campeonato Carioca, em que o Flamengo se sagrou campeão após dois empates por 1 a 1 contra o Vasco.

Ricardo Saibun/Santos FC
Geuvânio lamenta oportunidade desperdiçada no segundo tempo, que poderia ter garantido os 2 a 0 no placar e o título do Peixe
Apesar de reclamar das regras do Paulista, o técnico do Peixe fez questão de dizer que o Ituano mereceu conquistar o título. “Hoje, fomos melhores, criamos mais oportunidades, mas mesmo assim o Ituano foi um adversário muito difícil.”

O treinador negou que o vice-campeonato paulista atrapalhará a evolução da equipe, que, segundo ele, ainda está em formação. “O Santos tem jogadores experientes, mas tem muito jogador em formação. Os atletas estão ganhando experiência, aprendendo a jogar profissionalmente. Estamos pensando em reforçar (o elenco) nas posições que avaliarmos necessárias”.

O Santos volta a campo nesta quarta-feira, quando recebe, na Vila Belmiro, o Mixto-MT, pelo jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil. Como a primeira partida terminou empatada em 0 a 0, o Peixe terá de vencer para se classificar.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade