Atletismo/Bastidores - ( - Atualizado )

Gay é suspenso por um ano e devolve medalha de prata de Londres-2012

Nova York (EUA)

O velocista norte-americano Tyson Gay foi suspenso por um ano pela Agência Norte-americana Antidoping (Usada). O atleta foi flagrado com a presença de um esteroide anabolizante em seu organismo em três testes realizados em sequência em junho de 2013.

Gay poderia pegar a pena de dois anos de suspensão, mas segundo a Usada ele colaborou com a investigação do caso, revelou informações importantes e por isso foi condenado a ficar apenas um ano longe das pistas. Como a punição é retroativa em relação a 23 de junho de 2013 e ele se afastou voluntariamente das competições ao receber a notícia do resultado dos exames, ele poderá voltar às competições em pouco mais de um mês.

O velocista norte-americano admitiu utilizar o produto que contém a substância proibida, não divulgada pela Usada, desde julho de 2012. Por isso, todos seus resultados desde então foram anulados, inclusive a medalha de prata conquistada com o time dos Estados Unidos no revezamento 4x100m nos Jogos Olímpicos de Londres-2012.

Segundo a Usada, Gay já devolveu a medalha obtida na capital inglesa, que agora está em posse do Comitê Olímpico dos Estados Unidos. De acordo com as regras da Federação Internacional de Atletismo (Iaaf), o time norte-americano, também formado Tell Kimmons, Justin Gatlin e Ryan Bailey, será desclassificado da prova.

Assim, Trinidad e Tobago ficará com a prata do 4x100m de Londres-2012, vencido pela Jamaica, e a França conquistará a medalha de bronze.

AFP
Com Gay (segundo à esquerda), time dos EUA conquistou prata em Londres e terá que devolver medalha

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade