Atletismo - ( )

Na Liga Diamante, Keila Costa fica em último no salto triplo

Doha (Catar)

Keila Costa foi a única brasileira que competiu na Liga Diamante, circuito de atletismo que reúne os melhores atletas da modalidade, nesta sexta-feira. O campeonato, que tem Doha (Catar) como sua sede, terminou seu primeiro dia com a brasileira na oitava e última colocação do salto triplo, com 13,61m.

A vencedora da prova foi Caterine Ibarguen, que saltou 14,43m, registrando a melhor marca da temporada e o recorde da etapa. Essa marca de Keila fica muito abaixo da que ela conseguiu nos Jogos Sul-Americanos, que foi de 13,65m. A juvenil Núbia Soares é a recordista do Brasil, já que atingiu os 13,68m, na quarta-feira, no GP Uberlãndia de Atletismo.

A etapa de Doha da Liga Diamante é a primeira do ano em estádios olímpicos e, por isso resultou nas melhores marcas do ano. Eunice Jepkoech, do Quênia, venceu os 800m no feminino com 1min59s33. Já nos 400m do masculino, o vitorioso foi o americano Lashawn Merritt, com o tempo de 44s44.

O russo Ivan Ukhov foi o destaque do dia. O profissional do salto em altura saltou incríveis 2,41m logo na primeira tentativa para bater o recorde da Liga Diamente e transformar o salto no terceiro maior de todos os tempos . Ivan ficou a quatro centímetros do recorde mundial, que é do cubano Javier Sotomayor, desde 1993.

As provas de velocidade, que foram as mais esperadas do dia, tiveram como vencedores a jamaicana Shelly –Ann FraserPryce, que nos 100m cruzou a linha de chegada em 11s13. Já entre os homens, nos 200m, Nickel Ashmeade, também da Jamaica, venceu com 20s13.

Divulgação
Shelly, da Jamaica, foi ouro nos 100m feminino. Keila Costa saltou mal e ficou em último lugar no salto triplo

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade