Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Abel exalta posse de bola, mas nega 'toque-toque': "Aqui não tem"

Porto Alegre (RS)

O Internacional teve certas dificuldades na primeira etapa para transformar a posse de bola em oportunidades de gol, mas após o intervalo conseguiu furar a defesa do Atlético-PR para virar a partida e garantir a vitória. Apesar do estilo de jogo que não vem agradando parte dos torcedores colorados, o técnico Abel Braga defende a favor da manutenção da bola e explica o duelo deste domingo sob seu ponto de vista.

“Aqui não tem ‘toque-toque’, não tem Barcelona”, garantiu Abelão, referindo-se ao tiki-taka instituído pelo técnico Pep Guardiola no clube catalão. “As características estão encaixadas. Hoje a produção do Alex e do Patrick foram acima da média", disse, negando que seus comandados tenham perdido rumo ao encontrar a defesa adversária recolhida na primeira etapa.

Em seguida, o técnico passou a defender a posse de bola usando os chutes a gol como argumento, e ainda fez questão de identificar o repórter que abordou D’Alessandro sobre o desempenho da equipe no intervalo.

“Quem foi que perguntou ao D’Alessandro o por quê que a equipe no primeiro tempo estava dormindo? Vim preparado para isso, porque o que você falou foi absurdo”, disparou Abel Braga. “No primeiro tempo, foi 73% de posse de bola e cinco finalizações nossas. Sabe quantas do adversário? Nenhuma. Sabe com quanto terminou o jogo? Com 66% de posse de bola. Seis finalizações deles contra 18 nossas. Está explicado o jogo”, analisou.

Apesar do tom irritado nas respostas, Abel se mostrou satisfeito com o desempenho colorado em campo e celebrou a virada que leva o Inter à liderança do campeonato, mesmo que provisória. “Muito contente. Mais uma folha virada, menos um jogo. A nossa projeção está muito boa. Vai haver um momento no qual iremos errar, mas estou muito feliz com a equipe. Que domingo bom que nós vamos passar”, falou o técnico colorado, referindo-se ao Dia das Mães. Os jogadores do Internacional inclusive usaram os nomes de suas mães na camisa durante a partida deste domingo para homenageá-las.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade