Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Ademilson ganha moral e perde só para Luis Fabiano em gols

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Caso o técnico Muricy Ramalho se baseie nos números para definir o substituto de Alexandre Pato no São Paulo, para o clássico de domingo, o titular diante do Corinthians será Ademilson. Nas últimas partidas, o reserva tem se saído bem quando é chamado e, entre os atacantes, perde apenas para Luis Fabiano na quantidade de gols marcados (cinco contra 12). Do elenco todo, só o zagueiro Antônio Carlos (com seis) está à frente.

Na quarta-feira, depois de iniciar a partida contra o CRB no banco de reservas, o camisa 19 sofreu o pênalti convertido pelo goleiro e capitão Rogério Ceni, no momento em que o adversário começava a levar perigo no campo de ataque. O gol, além de fechar a vitória por 3 a 0 e garantir a vaga na terceira fase da Copa do Brasil, deu mais moral ao jogador formado nas divisões de base.

Nas duas atuações anteriores, Ademilson já havia marcado dois golaços. No empate com o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro, encobriu o goleiro (com um toque sem querer, é verdade) e evitou a derrota no Pacaembu. "Parece que ele está se especializando em fazer gols bonitos", elogiou Muricy. Dias antes, no duelo de ida com o CRB, em Maceió, anotou de bicicleta o primeiro gol do jogo, em que o São Paulo levaria a virada mais tarde.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Camisa 19 tem cinco gols marcados no ano, menos apenas do que Luis Fabiano, entre os atacantes do elenco
Dos seis atacantes do grupo, Ademilson tem média de gols inferior somente às de Luis Fabiano (0,66 gol por jogo) e Pato (0,28 gol por jogo). Tendo balançado a rede cinco vezes em 19 partidas (média de 0,26 gol), o atacante de 20 anos bate Osvaldo (quatro gols em 22 jogos), Ewandro (um gol em nove jogos) e Pabon (um gol em 14 jogos). O último, a propósito, é teoricamente seu principal concorrente na luta por uma vaga na escalação inicial de domingo, mas está em baixa com a torcida – foi muito vaiado no sábado passado.

"A ausência do Pato vai ser uma perda muito grande, mas quem entrar em seu lugar vai entrar bem", aposta o zagueiro Rodrigo Caio, outra mudança em relação à equipe que atuou no meio de semana. Ele não pôde atuar contra o CRB porque estava suspenso na Copa do Brasil, porém estará de volta no clássico, retomando a posição ocupada por Lucão.

Além dos números e do desempenho nas últimas partidas, Ademilson sai na frente na disputa com Pabon por aquilo que tem feito nos treinamentos. Na quinta-feira à tarde, foi dele o primeiro gol da vitória por 4 a 1 em jogo-treino contra o Taboão da Serra. No intervalo, Muricy o substituiu para preservá-lo. Pabon permaneceu em campo por mais tempo e saiu depois de acusar cansaço.

Os primeiros trabalhos com todo o elenco serão na manhã desta sexta-feira. No dia seguinte, o treinador encerra a preparação em trabalho fechado para a imprensa. O duelo com o Corinthians, válido pela quarta rodada do Brasileiro, será às 16 horas (de Brasília) de domingo, em Barueri.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade