Futebol/Copa do Brasil - ( )

Ademilson minimiza aumento da concorrência e espera ganhar vaga

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O atacante Ademilson ainda não conseguiu se firmar entre os titulares do São Paulo e está prestes a ter uma concorrência ainda maior no elenco. Ciente da iminente chegada de Alan Kardec, o jogador formado nas categorias de base do Tricolor diz entender a opção da diretoria de reforçar o setor e mantém a esperança de ganhar um espaço na equipe de Muricy Ramalho.

“Não posso ficar chateado, ele vem para ajudar. Independentemente de vir atacante ou zagueiro, tenho que ficar tranquilo para fazer meu trabalho, porque tenho certeza de que o Muricy pode precisar de mim e tenho de estar bem”, afirmou.

O jogador se tornou o substituto imediato de Luis Fabiano e marcou um belo gol por cobertura para assegurar o empate por 2 a 2 contra o Coritiba, no sábado. Animado com a atuação, Ademilson tem esperança de chamar a atenção do treinador. “Não vejo a hora de vir falar (em entrevista coletiva) como titular, espero me firmar”, comentou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Ademilson não se sente chateado pela chegada de mais um jogador para o ataque, Alan Kardec
O atacante também tem outro golaço marcado nesta temporada, pois acertou uma bicicleta na derrota por 2 a 1 para o CRB, há cerca de duas semanas, pela Copa do Brasil. Os dois gols fazem o atacante se sentir em evolução no clube.

“Hoje, eu me sinto melhor do que no começo da temporada. Falta muita coisa, mas vou entendendo o que o Muricy gosta. Espero me firmar como titular e não sair mais”, completou o jogador, que deve ficar na reserva na quarta, novamente contra o CRB.

Porém, o ‘concorrente’ Alan Kardec ainda não ameaça o espaço de Ademilson, já que o reforço só poderá estrear depois da Copa do Mundo. Além disso, o ex-palmeirense também tem a opção de atuar mais recuado, se for a opção de Muricy.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade