Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Alberto fecha treino na véspera da estreia como interino do Palmeiras

William Correia São Paulo (SP)

Contratado para fazer parte da comissão técnica do Palmeiras em janeiro, Alberto Valentim já terá no sábado a missão de comandar o time interinamente. A primeira estratégia do técnico é fechar o treinamento da manhã desta sexta-feira, véspera do confronto diante do Goiás, no Pacaembu.

Com Gilson Kleina, também saíram os auxiliares Juninho e Jair Leite e o preparador físico Fabiano Xhá. Horas após a demissão do quarteto, o ex-lateral direito já estava no gramado da Academia de Futebol comandando atividade em campo reduzido envolvendo quem não foi titular na derrota para o Sampaio Corrêa, incluindo Valdivia, vetado por sobrecarga muscular.

Na manhã desta sexta-feira, ao menos os primeiros 45 minutos do treino marcado para as 10 horas (de Brasília) não terão a presença da imprensa. O interino, contudo, pode dar alguma pista da escalação que entrará em campo em entrevista coletiva marcada para depois da atividade.

Com base na péssima atuação do time no Maranhão, quem deve seguir no time são o goleiro Fábio, o volante Renato e o atacante Henrique. Por falta de opção, os laterais Wendel e Juninho dificilmente sairão do time, assim como o zagueiro Lúcio, o volante Wesley e o atacante Leandro. Outro nome certo é o meia Valdivia, já que a programação era poupá-lo da viagem e do jogo em São Luis para tê-lo no sábado.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Ex-lateral direito que chegou à Seleção tem, aos 39 anos, a missão de comandar o Palmeiras interinamente
Entre os desfalques no último jogo de Kleina, além de Valdivia, o volante Eguren também fica à disposição. Com lesão na coxa direita, o meia Bruno César ainda nem trabalha no campo, enquanto o volante Bruninho e o zagueiro Thiago Martins só realizam atividades físicas e o goleiro Fernando Prass, que operou o cotovelo direito, volta somente em agosto.

Lateral direito com passagens por Atlético-PR, São Paulo, Cruzeiro e Flamengo e que chegou a jogar pela Seleção Brasileira, Alberto teve sucesso por Udinese e Siena e começou a trabalhar fora dos campos atuando no departamento de futebol de Udinese, Juventus e Roma.

Passou a fazer parte da comissão técnica do Atlético-PR em 2012, chegou ao Palmeiras em janeiro deste ano e agora, aos 39 anos, tem a missão de comandar o time sem prazo para voltar a ser auxiliar. “O Alberto Valentim faz parte da comissão técnica do Palmeiras e assume interinamente até outro técnico ser contratado”, anunciou o presidente Paulo Nobre.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade