Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Alberto pede duas ou três contratações para Verdão brigar por título

William Correia São Paulo (SP)

Ricardo Gareca faz análises à distância, como observador, do elenco do Palmeiras, mas quem já trabalha diretamente com os jogadores realiza uma avaliação mais clara para o time conquistar alguma taça no centenário. Técnico interino, Alberto Valentim solicita duas ou três contratações para a equipe ser campeã em 2014.

“O Palmeiras vai lutar na Copa do Brasil para chegar ao título e no Brasileiro, com a chegada de alguns jogadores para deixar o grupo mais forte, buscaremos posições importante, primeiro para ficar entre os quatro e, no final, por uma coisinha especial”, analisou, ressaltando o calendário para não criticar o plantel.

“Se chegarem dois ou três jogadores, serão importantes pela sequência que teremos. Se continuarmos na Copa do Brasileiro, não teremos folga até o término do Brasileiro, serão jogos de quarta e domingo. Vamos precisar de todos porque o desgaste será maior e o Ricardo com certeza fará substituições para preservar jogadores”, indicou.

Antes mesmo de ver o Verdão atuando das tribunas dos estádios, o argentino já solicitou a contratação de dois jogadores quem trabalhou no Vélez Sarsfield: o zagueiro Fernando Tobio, que fica sem contrato em julho e já tem negociações avançadas com o Palmeiras, e o atacante Lucas Pratto, por quem o Vélez já recusou a oferta palmeirense de 2,5 milhões de euros por 50% de seus direitos econômicos – os argentinos exigem 4,5 milhões de euros para ceder 100% do atleta.

Divulgação
Interino ressalta necessidade de reforçar elenco para semestre cansativo (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
Alberto gostou de saber do interesse por ambos. “São dois jogadores que o Ricardo conhece muito bem e cheguei a ver alguns jogos em que foram muito bem. Eles têm qualidade e, se vierem por indicação do Ricardo, o peso é maior porque ele os conhece a fundo”, indicou o interino.

Na sua análise, Alberto também ressalta a busca por um lateral direito, já que Luis Felipe treina sem ser relacionado por ainda ter problema com os dirigentes e Wendel é a única opção no setor.

“As contratações em posições pontuais são importantes para a sequência por ausência, seja por desgaste físico, cartão ou porque o jogador não está bem. Quem não joga tem que estar à altura de quem joga com frequência”, discursou o interino.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade