Futebol/Brasileiro Série B - ( )

América-MG e Santa Cruz ficam no empate em jogo morno nos Aflitos

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

América-MG e Santa Cruz fizeram um jogo morno nesta sexta-feira, no estádio dos Aflitos. O líder da Série B encarou o rei do empate, mas o jogo que prometia muito foi jogado de forma lenta, com poucas finalizações de perigo. Como a partida aconteceu com os portões fechados, a falta de torcida pode ter desmotivado os atletas em campo, resultando em igualdade de 1 a 1 no placar.

Os gols do jogo foram anotados por Danilo Pires em favor dos donos da casa, enquanto Willians deixou tudo igual no marcador. O Santa Cruz teve mais posse de bola, mas faltou criatividade para superar as linhas de marcação do América-MG. Com o resultado, o Coelho segue como líder isolado da Série B, agora com 17 pontos, contra apenas sete dos pernambucanos, que chegaram aos sétimo empate seguido.

Na sequência do Brasileiro da Série B, o América-MG terá compromisso na próxima terça-feira, contra o Atlético-GO, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Já o Santa Cruz vai visitar o Boa Esporte, duelo marcado para o estádio Melão, em Varginha, no Sul de Minas Gerais.

O jogo – Mesmo com o gramado dos Aflitos em condições muito ruins, as duas equipes iniciaram o jogo muito animadas e tentando trocar passes na perseguição ao gol adversário. Atuando com o mando de campo, o Santa Cruz passou mais tempo no campo do América-MG, mas o Coelho se mostrou muito esperto na hora de atacar, prova disso é que a primeira chance de real perigo foi dos americanos.

Arte GE.Net
Aos nove minutos, o Coelho quase surpreendeu em um lance que começou em cobrança de lateral e parou nos pés de Willians dentro da área pernambucana. O atacante americano girou em cima da zaga e fuzilou o goleiro Tiago Cardoso, que fez grande defesa, mandando para escanteio. Após este lance, o Coelho passou a esperar um erro dos donos da casa para encaixar mais um bom ataque.

Na tentativa de pressionar o América-MG, o técnico Sérgio Guedes pediu aos seus volantes que marcassem a saída de bola dos visitantes, com isso, o Coelho acabou rifando a bola em vários momentos. O Santa Cruz teve o domínio estéril do primeiro tempo já que não conseguiu dar muito trabalho para o goleiro Matheus.

No fim da primeira etapa, os mineiros passaram a gostar do jogo, e criaram mais algumas oportunidades de marcar. Apesar das chances, o cenário do jogo que aparentava muita movimentação no início foi jogado em ritmo morno, com o América-MG esperando uma bola para definir a partida e o Santa Cruz sem muita inspiração.

Na volta para o segundo tempo, o América-MG voltou um pouco mais ligado, e logo no primeiro minuto Willians foi lançado em profundidade e finalizou cruzado para ótima defesa de Tiago Cardoso. A resposta do Santa Cruz foi precisa e mortal. Aos oito minutos, Danilo Pires recebeu assistência da esquerda e bateu no canto de Matheus, que não chegou na bola, permitindo a abertura do marcador nos Aflitos.

Com o gol, a partida ficou um pouco mais movimentada já que o América-MG teve que sair da zona de conforto para correr atrás do empate. Com isso, os donos da casa passaram a ser ameaçados, mas tiveram mais espaços para trocar passes e chegar até a meta defendida por Matheus.

Aos 23, Willians, que era o jogador mais perigoso do América-MG, antecipou a zaga pernambucana e completou cruzamento de Gilson, deixando tudo igual no placar e recolocando o Coelho na briga pela vitória. Após os 30 minutos, a partida voltou a cair na mesmice, com o Santa Cruz tentando agredir contra um Coelho recuado, aguardando o erro do adversário. Mais nada aconteceu.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade