Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Até "ver quem é quem", São Paulo busca pré-Copa igual a 2006

São Paulo (SP)

A paralisação do calendário devido à disputa da Copa do Mundo tem levado Muricy Ramalho a repetir que os candidatos ao título brasileiro só serão conhecidos a partir de julho. Mas, até lá, o invicto São Paulo, que acaba de vencer o Flamengo, tem mais quatro compromissos para tentar repetir o que fez na mesma situação, sob comando do mesmo treinador, em 2006.

Oito anos atrás, na campanha que terminaria com o primeiro dos três títulos brasileiros seguidos de Muricy, a equipe também tinha os nove pontos em cinco rodadas que tem agora. Nos quatro jogos seguintes (número de vezes que jogará agora), somou dez pontos e assumiu a liderança. A diferença é que aquela edição teve uma rodada a mais antes da parada, na qual o São Paulo empatou e cedeu momentaneamente a primeira posição.

Muricy garante que não faz projeção de pontuação, ao contrário de outros técnicos, e justifica que pensa na classificação jogo a jogo. Atualmente dois pontos abaixo do líder Internacional, ele terá quatro jogos (ou 12 pontos em disputa) para tentar pular para a ponta: contra Fluminense (no Maracanã), Grêmio (Morumbi), Atlético-PR (Arena da Baixada) e Atlético-MG (Morumbi).

"No papel, temos bons jogadores para estarmos em uma melhor colocação, mas acho que só vamos ver quem é quem no Brasileiro depois da Copa. Temos que ter calma para analisar, porque o time ainda precisa melhorar", diz o comandante tricampeão brasileiro pelo clube.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Muricy Ramalho, tricampeão brasileiro pelo clube, chegou a levar o time à ponta antes da Copa do Mundo de 2006
No papel, o São Paulo tem o segundo melhor ataque (nove gols marcados, um a menos do que o Cruzeiro, vice-líder) e uma das defesas menos vazadas (quatro gols sofridos). Também já há no papel uma programação para o período de paralisação do calendário: a delegação viajará para treinar e disputar amistosos nos Estados Unidos. Quando retornar, terá mais alguns dias para entrosar Alan Kardec, atacante que aguarda a reabertura da janela de transferências internacional para estrear.

Enquanto isso não acontece, a preocupação, como pede Muricy, é no próximo jogo. E o próximo jogo do São Paulo será na quarta-feira, novamente no Maracanã. Depois de vencer o Flamengo com dois gols de Paulo Henrique Ganso, a equipe voltará ao palco da final da Copa para enfrentar o Fluminense, na primeira das quatro rodadas que antecederão o torneio.

"O Fluminense é um time mais perigoso do que o Flamengo", alertou Ganso, que tem sido decisivo nas últimas partidas, depois de ter passado metade de um jogo no banco de reservas. Antes dos dois gols no domingo, o camisa 10, não convocado para a Seleção Brasileira, já havia mostrado quem é através de três assistências nos duelos contra Coritiba, CRB e Corinthians.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade