Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Após ceder virada nos últimos minutos, Avaí recebe ASA em desvantagem

Florianopolis (SC)

Nesta terça-feira, Avaí e ASA decidem quem avançará à terceira fase da Copa do Brasil na Ressacada às 20h30 (de Brasília). Na primeira partida, ocorrida no dia sete deste mês, a equipe de Arapiraca saiu com a vitória, embora apertada, por 3 a 2. Com esse placar, o ASA precisa de um empate para garantir vaga na próxima fase da competição.

Ocupando a 17ª colocação na Série B do Campeonato Brasileiro, isto é, a primeira da zona de rebaixamento, o Avaí tenta se reerguer por meio da Copa do Brasil. Na fase anterior, passou sem dificuldades pelo modesto Naviraiense, do Mato Grosso do Sul, dispensado, inclusive, o jogo de volta ao vencer por 4 a 1. No entanto, diante do ASA, a história não foi a mesma. A equipe do sul cedeu a virada aos 45 minutos do segundo tempo, numa penalidade máxima.

Divulgação/Avaí
O Avaí precisa de vencer por, no mínimo, 1 a 0 para avançar na Copa do Brasil (Foto: André Palma Ribeiro)

Com a lesão do zagueiro Néris no duelo de ida, o técnico Pingo deve manter a equipe que escalou para enfrentar o Sampaio Corrêa no fim de semana, em jogo que acabou sendo adiado. Bruno Maia suprirá a ausência do companheiro. Assim, a formação provável é: Vagner, Bocão, Pablo, Bruno Maia e Eduardo Neto; Eduardo Costa, Tinga, Cleber Santana e Marquinhos; Roberto e Anderson Lopes.

O ASA, por sua vez, já tem um desfalque confirmado. O volante Lucas não pode entrar em campo com a camisa do clube, uma vez que atuou pelo CSA na mesma competição. Com a ausência do jogador, Rafael Gava deve ser utilizado pelo técnico Beto Almeida como opção para a vaga do companheiro.

O gerente executivo do clube, Elias Mansur, prega respeito ao Avaí, mas acha a classificação do ASA possível caso mantenha o ritmo da primeira partida. “O trabalho é diário, na hora do jogo aparece o resultado de tudo que vem sendo feito ao longo do ano. O Avaí não está atravessando uma boa fase, mas merece nosso respeito sempre. Tem jogadores de muita qualidade e jogará em casa, com o apoio do torcedor. Nosso grupo tem que manter o mesmo ritmo do primeiro jogo para sair com a classificação de Florianópolis".

A formação para o confronto decisivo deve ser a mesma daquela que enfrentou o Paysandu no último sábado: Marcão; Leandrinho, Amarildo, Marco Tiago e Thallyson; Jorginho, Glauber, Gava e Didira; Bruno Carvalho e Wanderson.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade