Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Atletas do Timão ouvem vaias após derrota na estreia em Itaquera

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Boa parte do público vaiou ao fim da partida entre Corinthians e Figueirense, a primeira oficial no estádio de Itaquera. Especialmente os torcedores localizados nos setores Leste e Oeste manifestaram sua satisfação após a derrota por 1 a 0 na inauguração da casa alvinegra.

“Faz parte. Não era o que a gente queria. Não fizemos uma partida boa hoje. Por isso, perdemos”, afirmou o volante Ralf. “A gente tentou, correu até o final. Infelizmente, não conseguiu. Tentamos criar situações, pelo chão, pelo alto, e a dupla de zaga deles fez uma partida muito boa”, disse o lateral esquerdo Fábio Santos.

Enquanto alguns torcedores vaiavam, outros, localizados no setor Norte – onde ficam as organizadas –, cantavam o hino do clube. “Corintiano, maloqueiro e sofredor”, gritaram, aproveitando o fim do jogo para fazer protestos contra o presidente Mário Gobbi e contra o preço dos ingressos.

Djalma Vassão/Gazeta Press
A torcida corintiana cumpriu sua vocação para o sofrimento no primeiro jogo dentro de casa
Os bilhetes custaram de R$ 50 a R$ 400 (R$ 35 a R$ 280, com o desconto dos sócios-torcedores), algo que incomodou bastante. “Andrés, aqui não tem burguês”, foi um dos coros, dirigido ao ex-presidente alvinegro Andrés Sanchez, responsável pela administração do estádio.

O Corinthians só terá chance de vencer pela primeira vez em sua nova casa em julho, após a Copa do Mundo. A arena será entregue à Fifa para a conclusão das obras antes da abertura do Mundial, que acontecerá na ZL no dia 12 de junho, com o confronto entre Brasil e Croácia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade