Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Atlético-MG tem um time inteiro entregue ao departamento médico

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O excesso de jogadores entregues ao departamento médico tem dado muita dor de cabeça ao técnico Levir Culpi na hora de armar o time do Atlético-MG. O Galo tem uma equipe inteira em tratamento. O último jogador que passou a frequentar o DM foi o atacante Diego Tardelli, com uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda.

“Para nós, é gratificante estar agindo de maneira a ajudar a equipe do Atlético-MG. Mas a vontade, claro, é ter o departamento médico vazio, com todos à disposição do treinador”, disse o médico Marcus Vinícius, um dos responsáveis por tratar os atletas lesionados.

Jogadores como Réver, Marcos Rocha e Jô devem retornar ao time nas próximas rodadas. Já Ronaldinho Gaúcho e Guilherme terão que esperar um pouco mais. Situação semelhante à de atletas como Pedro Botelho, Emerson, Lucas Cândido e Luan, que só voltam a jogar depois da Copa do Mundo. Tardelli segue sem previsão de retorno.

“Temos como regra no Atlético-MG há um bom tempo não determinar data para dar alta para jogador. A recuperação nunca é um dado matemático. Tem uma série de variáveis que temos de levar em conta. O que existe é o acompanhamento diário e a avaliação constante para todos os atletas”, explicou Marcus Vinícius.

Divulgação/Bruno Cantini/Atlético-MG
Ronaldinho Gaúcho sentiu lesão no final da partida contra o Atlético Nacional, pela Copa Libertadores

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade