Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Bahia marca gol nos acréscimos e arranca empate do Flamengo

Gazeta Press Macaé (RJ)

Um gol de Anderson Talisca, aos 46 minutos do segundo tempo, impediu a vitória do Flamengo sobre o Bahia e manteve o jejum do técnico Ney Franco nos confrontos com o adversário. Na partida disputada na noite desta quarta-feira, no Moacyrzão, em Macaé, o Flamengo saiu na frente com um gol de Paulinho e foi pressionado durante a maior parte do jogo, cedendo a igualdade por 1 a 1 nos minutos finais.

O resultado fez Ney Franco completar nove partidas sem vencer o Tricolor baiano, já que o treinador vinha de um período de insucessos diante do rival quando comandava o Vitória. Além disso, o Flamengo chegou a 5 pontos ganhos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O Bahia subiu para 8.

Em relação ao último jogo, o Flamengo adotou um esquema cauteloso, com forte marcação no meio-campo, principalmente depois que estabeleceu a vantagem. O Bahia, muito desfalcado, teve o controle das ações durante a maior parte do tempo, mas só conseguiu marcar nos acréscimos.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o Santos no Morumbi. O Bahia jogará contra outro clube carioca, o Fluminense, na Arena Barueri.

Divulgação/Flamengo
Paulinho abriu o placar para o Flamengo, que não sustentou a vantagem sobre o Bahia (foto: Gilvan de Souza)
O jogo - O Flamengo começou a partida no ataque. Logo aos três minutos, Elano cobrou falta na área baiana, e Cáceres cabeceou para fora. Na saída de bola, o goleiro Marcelo Lomba errou na reposição e os zagueiros tiveram que se virar para aliviar o perigo.

O time visitante só conseguiu chegar à área rubro-negra aos quatro minutos, em penetração de Anderson Talisca, que chutou forte. O goleiro Felipe saiu bem e fez a defesa.

Apesar da investida do Bahia, o Flamengo continuou presente no ataque. Aos dez minutos, inaugurou o marcador. Everton avançou e cruzou na medida para Paulinho tocar de cabeça e colocar a bola nas redes.

Depois de sofrer o gol, o Bahia tentou mudar o seu comportamento dentro de campo, mas encontrou muitas dificuldades para superar a forte marcação imposta pelo adversário e não conseguiu se aproximar tanto da área.

Aos 22 minutos, após lançamento de Talisca, Bianchucchi tentou a bicicleta, mas a bola saiu muito longe da trave defendida por Felipe. Três minutos mais tarde, Alecsandro caiu na área e reclamou de ter sido puxado pela camisa por Titi. O árbitro nada marcou e revoltou os rubro-negros.

Por volta dos 30 minutos, o jogo caiu de ritmo, principalmente por causa do número excessivo de erros de passes das duas equipes. Aos 42, contudo, o Bahia conseguiu chegar novamente com perigo, mas o cruzamento de Railan acabou nas mãos de Felipe. No último lance da primeira etapa, Talisca bateu falta na área, e o goleiro ficou com a bola.

Flamengo e Bahia voltaram sem modificações para o segundo tempo, quando o time visitante tomou a iniciativa de atacar. Aos três minutos, Helder arriscou a conclusão de fora da área, e Felipe defendeu sem qualquer dificuldade. Pouco depois, Talisca assustou o goleiro em um chute de falta.

Depois desse lance, o técnico Marquinhos Santos decidiu modificar o Bahia e colocou William Barbio e Guilherme Santos nos lugares de Hélder e Branquinho. Já Ney Franco resolveu reforçar o sistema defensivo e trocou Elano por Amaral.

Assim, o Flamengo se limitou a segurar o resultado, mantendo o time muito recuado, enquanto o Bahia atacou sem muito sucesso, pouco incomodando o goleiro Felipe. Para tentar tornar sua equipe um pouco mais ofensiva, Ney Franco colocou o atacante Arthur no lugar do volante Cáceres.

Aos 24 minutos, o zagueiro Wallace se atrapalhou, e a bola acabou sobrando para Talisca, que chutou forte, mas Felipe fez grande defesa e evitou o gol do empate.

Arte GE.Net
Dois lances agitaram a torcida aos 32 minutos. Primeiro, Arthur recebeu livre na área, mas o goleiro Marcelo Lomba bloqueou o chute. Na jogada seguinte, Bianchucchi foi lançado e bateu em cima de Felipe, que tinha saído para fechar o lance.

O Bahia seguiu pressionando até o final e acabou premiado com o empate. Aos 46 minutos, Anderson Talisca cobrou falta, e Felipe caiu atraso. A bola parou no gol. Inconformada, a torcida rubro-negra vaiou o time depois do apito final.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade