Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Biteco marca no fim e garante empate do Vasco em Teresina

Gazeta Press Teresina (PI)

Um gol de Guilherme Biteco aos 49 minutos do segundo tempo evitou que o Vasco saísse derrotado no confronto com o Sampaio Corrêa. O empate por 1 a 1 acabou castigando a equipe do Maranhão que teve as melhores chances, mas acabou sofrendo o gol no último lance da partida, disputada na noite desta terça-feira, no Estádio Alberto Silva, em Teresina. O resultado fez a equipe carioca cair para a sétima posição no Campeonato Brasileiro da série B, com oito pontos ganhos. O time maranhense chegou aos cinco pontos, na 15ª colocação.

Sem o meia Douglas Silva, poupado, o Vasco foi uma equipe sem criatividade na armação das jogadas e que encontrou grande dificuldades para segurar as investidas dos rápidos atacantes adversários. O Sampaio mereceu conseguiu se defender com eficiência, sem abrir mão das jogadas de ataque, mas acabou sofrendo o gol do empate no final.

Na próxima rodada, o Vasco enfrentará o Joinville,na Arena Joinville, enquanto o Sampaio Corrêa vai receber o Luverdense, no Castelão

O jogo - A partida começou com atraso e mostrando um Sampaio Corrêa tentando ser ofensivo.E antes do primeiro minuto, Márcio Diogo arriscou de fora da área, mas a bola subiu muito. Apoiado pela torcida piauiense, o Vasco deu a resposta aos quatro minutos quando Felipe Bastos cobrou falta e Fabrício cabeceou por cima do travessão.

O time carioca tocava a bola em busca de espaços e chegou com perigo, aos dez minutos,Felipe Bastos roubou a bola na intermediária e lançou Rafael Silva que ajeitou para Marquinhos bater para fora.

O Sampaio tentava explorar a velocidade de Pimentinha e,aos 15 minutos, o atacante maranhense entrou livre pela direita, mas errou ao tentar fazer o passe para David Batista e a bola acabou nas mãos de Diogo Silva. Aos 15 minutos, o técnico Flávio Araújo decidiu trocar o volante Alex que havia recebido cartão amarelo, pelo experiente Arlindo Maracanã.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama
O Vasco teve muitas dificuldades nesta terça-feira e empatou apenas nos acréscimos do segundo tempo
O Vasco seguia com maior posse de bola e,aos 18 minutos, o lateral André Rocha avançou sem ser combatido e mandou a bomba, mas a bola saiu. Dois minutos depois, Yago desarmou William Simões, invadiu a área e chutou em cima do goleiro Rodrigo Ramos. A bola caiu nos pés de Rafael Silva que driblou o goleiro maranhense e cruzou para o meio da área, mas o zagueiro Paulo Sérgio conseguiu rebater e acabar com o perigo na sua área.

O Sampaio Corrêa apostava todas as suas fichas na habilidade do atacante Pimentinha. Aos 24 minutos, ele arrancou pela direita, driblou o zagueiro Douglas Silva e tentou acertar o ângulo direito, mas a bola saiu.

Pimentinha continuava dando muito trabalho aos zagueiros do Vasco, mas seus cruzamentos eram facilmente rebatidos pela defesa cruz-maltina. Aos 33 minutos foi a vez de Valber aparecer nas costas de Diego Renan, mas Douglas Silva chegou na cobertura e aliviou o perigo.

O time dirigido por Adilson Batista encontrava grande dificuldade para bloquear os ataques do Sampaio Corrêa,e deixava muito espaço para as investidas dos atacantes adversários. A equipe do Maranhão perdeu grande oportunidade de marcar, aos 36 minutos. Márcio Diogo foi lançado com liberdade, se livrou da marcação e foi bloqueado pelo goleiro Diogo Silva que saiu bem. A bola voltou para o jogador maranhense que rolou para Pimentinha chutar fraco, permitindo que Douglas Silva evitasse o gol.

O Vasco voltou para o segundo tempo com o atacante Edmilson no lugar de Rafael Silva. Logo no primeiro minuto, Diego Renan fez ótima jogada individual e mandou a bomba, mas a bola saiu. O mesmo Diego Renan apareceu novamente com perigo, aos três minutos. Ele tabelou com Marquinhos, entrou na área e chutou por cima do travessão, desperdiçando grande oportunidade.

Arte GE.Net
A equipe cruz-maltina não deixava o adversário se organizar, marcando a saída de bola e tentan do atacar em velocidade, pelos lados do campo. A equipe "boliviana" chegou ao ataque, pela primeira vez, aos sete minutos. Márcio Diogo driblou Douglas Silva e caiu na área, pedindo pênalti, mas acaboui recebendo cartão amarelo, por simulação. O lance animou a equipe nordestina que voltou a atacar no minuto seguinte, mas Pimentinha bateu fraco e facilitou a defesa de Diogo Silva.

Aos 13 minutos, o goleiro Diogo Silva precisou sair da área para dividir com Pimentinha e aliviar o perigo. O goleiro do Vasco voltou a aparecer muito bem ao evitar que, por duas vezes, Márcio Diogo conseguisse concluir para o gol. Aos 16 minutos, após cobrança de escanteio, Edmar cabeceia para as redes, mas o árbitro anula o lance, marcando falta do jogador maranhense.

De tanto pressionar, o Sampaio Corrêa acabou marcando o primeiro gol, aos 19 minutos. O goleiro Diogo Silva não conseguiu afastar uma bola cruzada na sua área e a bola sobrou para Márcio Diogo que teve calma e categoria para encobrir os zagueiros cariocas para colocar sua equipe na frente.

Logo depois de sofrer o gol, o técnico Adilson Batista colocou o meia Dakson no lugar do volante Felipe Bastos, mas antes de a substituição fazer qualquer efeito, o Vasco quase sofreu o segundo gol, em jogada individual de Pimentinha, mas a zaga salvou no último momento.

O Vasco pressionava, de forma desordenada, em busca do gol do empate, enquanto o Sampaio se defendia e tentativa lançamentos nas costas da zaga vascaína. Aos 33 minutos, David Batista fez ótima jogada pela esquerda e rolou para Cleitinho,na pequena área, mas Diego Renan evitou a conclusão.

Em busca do gol de empate, o Vasco criou uma boa chance, aos 35 minutos. Edmilson cabeceou e o goleiro Rodrigo Ramos fez grande defesa. Já nos acréscimos, o Vasco teve uma falta a seu favor, na entrada da grande área. Dakson cobrou, a zaga deu rebote e Guilherme Biteco bateu para empatar o jogo.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade