Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Boa Esporte vence em Varginha e mantém drama da Lusa na Série B

Varginha (MG)

Nesta terça-feira, foi inaugurada a quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Atuando em Varginha-MG, no estádio Prefeito Dilzon Luiz de Melo, o Boa Esporte recebeu a Portuguesa e triunfou, pelo placar de 2 a 1. Pedrinho e Nílson marcaram em favor dos mandantes, ao passo que Allan Dias descontou para o Rubro-Verde.

Com a primeira vitória, a equipe mineira chegou aos quatro pontos e assumiu momentaneamente o 11º posto. Por sua vez, a Lusa, que ainda não triunfou, aparece na incômoda 15ª posição, somando três.

O próximo compromisso dos comandados de Nêdo Xavier será no dia 16 de maio, sexta-feira, às 21 horas (de Brasília), diante do Paraná. O palco do embate será o estádio Durival de Britto e Silva, em Curitiba-PR. Por sua vez, a equipe de Argel Fucks volta a campo no dia seguinte, quando recebe o América-RN, às 16h20, no Canindé.

O jogo – Mesmo atuando em Varginha, foi a Portuguesa quem criou a primeira oportunidade de gol. Aos sete minutos, o meia Allan Dias arriscou da intermediária e exigiu uma boa defesa de Emerson, no canto esquerdo. A resposta do Boa Esporte veio através do jovem camisa 10 Pedrinho, que concluiu à média distância e viu Glédson espalmar.

A partir dos 20 minutos, a equipe da casa se mostrou superior e criou boas oportunidades de gol. Com 25 jogados, o zagueiro rubro-verde Djair, ao tentar afastar um cruzamento da ponta direita, acabou mandando a bola contra o próprio patrimônio, mas Glédson, atento, segurou. Dois minutos mais tarde, Pedrinho desarmou Rudnei no campo de ataque e sofreu a falta. Na cobrança, o jovem armador, cria da base são-paulina, mandou a bola rente ao ângulo esquerdo.

Nos acréscimos do tempo inaugural, o clube boveta fez valer a sua pressão e inaugurou o marcador. Após escapar pela meia esquerda, Pedrinho finalizou forte, de perna direita. A bola desviou no zagueiro Wagner Fogolari e ganhou altura, morrendo no ângulo esquerdo de Glédson.

Precisando do gol de empate, Argel Fucks voltou do intervalo com o veloz atacante Laércio no lugar de Caion. Porém, mesmo com a proposta de melhora ofensiva, foi a equipe mandante quem criou a primeira chance da etapa complementar. Aos três minutos, em bola alçada na área, o zagueiro Thiago Carvalho emendou um voleio, mas não colocou velocidade e viu Glédson praticar a defesa sem dar rebote. A resposta da Lusa veio aos 15, quando Coutinho arriscou da intermediária e mandou a bola rente ao travessão de Emerson.

Arte GE.Net
Com 22 jogados, o clube do Canindé tentou encontrar o empate na bola aérea. Em escanteio cobrado na direita, Wagner Fogolari se desmarcou e testou firme, mas viu Emerson segurar firme. Cinco minutos mais tarde, Allan Dias escapou pela intermediária e chutou firme. Porém, Emerson, bem postado, praticou a defesa. Após o lance, os jogadores bovetas ficaram na bronca com o árbitro Vinícius Melo de Lima, já que a investida rubro-verde teve origem em desarme com falta no centroavante Nílson.

Aos 29 minutos, o Boa Esporte criou uma boa oportunidade de marcar o segundo tento. Após driblar Wagner, Pedrinho serviu Fernando Karanga na área, mas viu Glédson espalmar a finalização fraca do dianteiro. Porém, quando o relógio apontou a marca dos 39, a Portuguesa conseguiu o empate. Aproveitando rebote do goleiro Emerson, Allan Dias demonstrou oportunismo e, livre na área, só teve o trabalho de tocar para o fundo do gol.

Porém, quando a partida se encaminhava para o empate, o clube de Varginha conseguiu o gol que lhe deu os primeiros três pontos na Série B. Aos 48 minutos, em bola alçada na área por Moisés Ribeiro, o centroavante Nílson, que entrou no lugar de Marcel Simão, testou firme para vencer Glédson, dando números finais ao confronto.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade