Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Brunoro reclama de falta de respeito de Alan Kardec com Palmeiras

São Paulo (SP)

A diretoria do Palmeiras ainda não digeriu a transferência de Alan Kardec para o São Paulo. O diretor executivo alviverde, José Carlos Brunoro, que participou ativamente da negociação com o atacante, alega que o jogador nem sequer respondeu ao seu clube se aceitava a última proposta apresentada.

“Houve falta de respeito por parte do jogador e de seus assessores, porque eles ficaram de voltar a última proposta que fizemos, mas eles não retornaram. É mentira o que dizem, que retornaram. Tanto é que recebemos uma carta do Benfica e mandamos uma carta dizendo que cobriríamos a proposta para ficar com ele. O contrato dele terminava em junho e começamos a negociar em abril. Mas ele não respondeu, pois deve ter recebido uma muito maior”, comentou o dirigente, em entrevista à Rede TV!.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Para José Carlos Brunoro, Alan Kardec faltou com respeito em relação ao Palmeiras
Kardec estava emprestado ao Palmeiras até o fim de junho e negociava a permanência no clube, já que o time presidido por Paulo Nobre havia feito acordo para adquirir os direitos do atleta, que pertenciam ao Benfica. Porém, diante da dificuldade para um acordo salarial, o atacante acabou aceitando oferta do São Paulo, que pagou ao Benfica e sacramentou a transferência.

Depois disso, Paulo Nobre ainda trocou ofensas publicamente com o presidente são-paulino, Carlos Miguel Aidar, mas não conseguiu evitar a saída do atacante para o rival. Alan Kardec já treina no CT da Barra Funda e só poderá atuar depois da Copa do Mundo, quando a janela de transferências for reaberta.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade